ArtigosNoticias

Saiba quais são as 10 piores prisões do mundo

Os sistemas prisionais foram criados com o objetivo de isolar certos indivíduos que, por algum motivo, eram deslocados do convívio social saudável. O objetivo das prisões era readaptar essas pessoas para que fosse possível reinseri-las na sociedade. No entanto, não é bem isso que acontece nas penitenciárias espalhadas pelo mundo. Confira quais são as 10 piores prisões do mundo.

prisões
Prisões pelo mundo. Imagem: JusBrasil

As 10 piores prisões ao redor do mundo

Campo 2 Coréia do Norte

Embora não haja muitos relatos sobre essa prisão em razão do isolamento político da Coreia do Norte, sabe-se que a Campo 2 é um presídio político que funciona desde 1965, com espaço para cerca de 50 mil pessoas.

Alguns dos relatos contam que toda a família do condenado era presa também, para garantir que sua linhagem familiar desaparecesse. Além disso, acredita-se que os presos são submetidos a experimentos médicos e testes com armas químicas e biológicas.

Penitenciária do Carandiru, São Paulo, Brasil

Conhecida por ter sido alvo de um dos maiores massacres da história do sistema judiciário do Brasil, o Carandiru é colocado em muitas listas como uma das piores prisões do mundo. Segundo a Anistia Internacional, durante os seus 46 anos de existência, mais de 1.300 pessoas morreram dentro do Carandiru por causa de maus tratos e das péssimas condições de vida.

Prisão ADX Florence Supermax, Florence, EUA

ADX Florence Supermax é uma prisão de segurança máxima que impede que os presos mantenham contato entre si. Eles são isolados por completo e mantidos em suas celas durante 23 horas do dia, com apenas 1 hora de área externa e nenhum tipo de acesso de luz solar no espaço de confinamento.

Prisão de Petak, Rússia

Essa prisão fica localizada em uma ilha russa no meio do nada. Os detidos passam 22 horas do dia em suas celas e não têm contato regular com outras pessoas, e só podem receber visitas externas duas vezes por ano.

Além disso, essa prisão possui condições precárias de higiene e instalações que não fornecem nenhum conforto para os presos, que precisam suportar o frio extremo e a neve durante a maior parte do ano.

Prisão da Ilha de Rikers, Nova York, Estados Unidos

A prisão da Olha Rikers é o principal complexo prisional de Nova York, e está entre as 10 piores prisões do mundo por ser conhecida pelos maus-tratos recebidos por seus prisioneiros e pela violência entre eles.

Prisão de Alcatraz, São Francisco, Estados Unidos

Uma das prisões mais conhecidas do mundo, Alcatraz foi construída para ser virtualmente impenetrável e impossível de se escapar. Nela, os presos não tem contato algum com o mundo exterior.

Prisão de Bang Kwang, Bangkok, Tailândia

Localizada a 11 quilômetros de BangKok, essa prisão é famosa pela tortura regular sofrida pelos detentos. Nos três primeiros meses do detento lá, ele é obrigado a usar grilhões nas pernas. Além disso, eles são encarcerados em celas com super lotamento.

Prisão de Diyarbakir, Turquia  

O histórico dessa prisão conta com relatos de trabalhos forçados, até mesmo de crianças que haviam sido presas. Além disso há diversos casos de abusos físicos e psicológicos, como torturas e estupros. O história dessa penitenciária também conta com um incidente onde guardas espancaram até a morte 10 prisioneiros.

Prisão de Gitarama, Ruanda

Presídio construído para receber 500 detentos, mas já chegou a encarcerar cerca de 6 mil pessoas ao mesmo tempo.  Como não havia espaço, os detentos tinham que dormir em pé, o que causava necroses severas em seus pés.

Além disso, as condições de higiene são precárias, e os presos são obrigados a viverem em meio aos seus próprios dejetos, o que ocasiona em diversas doenças.

Prisão de Gldani, Tbilisi, Georgia

Embora a Georgia seja um dos países com a menor taxa de criminalidade do mundo, no ano de 2012 um guarda que trabalhava na prisão Gldani denunciou a prática de torturas, abusos físicos e psicológicos e humilhações sexuais contra os prisioneiros. 

Fonte: Mega Curioso

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo