Noticias

Advogada acusada de matar namorado está foragida em São Paulo

Um caso de violência chocou a cidade de São Paulo recentemente, quando uma advogada se tornou foragida após ser considerada culpada e condenada a 12 anos de prisão pela morte de seu namorado, um policial civil, utilizando a arma dele.

A história ganhou destaque devido à natureza violenta do crime e aos detalhes perturbadores que a envolvem. O trágico incidente ocorreu no apartamento da advogada, onde o policial foi baleado com sua própria arma antes de ela fugir. A família da vítima, teme que a mulher fuja do país, já que a família dela tem condições financeiras.

Leia mais:

Daniel Alves diz que ‘perdoa vítima e está tranquilo’

INÉDITO: A Análise detalhada que desvendou o Caso Nardoni – com Ullisses Campbell e Beto Ribeiro

Advogada já se envolveu em outros relacionamentos fatais

Juliana Caseiro de Lima Machado já esteve no centro de outros relacionamento que acabaram em morte. Em 2008, ela morava com seu noivo, um piloto de avião, que faleceu após ingerir uma quantidade fatal de medicamentos combinada com bebida alcoólica. Cinco anos depois, em 2013, Juliana foi acusada de agredir fisicamente seu namorado da época, um jornalista, após retornarem de uma festa.

Juliana é condenada pela morte do namorado

A morte do ex-escrivão de polícia, namorado da advogada, aconteceu em 2016 e Juliana chegou a confessar ter atirado contra o ex-companheiro, mas afirmou ter se tratado de um tiro acidental. Em 2019, a ré foi submetida ao tribunal do júri e condenada a uma pena de 12 anos de prisão, no entanto, Juliana está foragida.

A família da vítima disse que está determinada a garantir que ela seja responsabilizada por seus atos e enfatizam o impacto emocional que esses eventos tiveram sobre eles. A história é um lembrete sombrio dos perigos que podem surgir em relacionamentos marcados por violência e comportamento abusivo.

Casos como esse chamam a atenção para a importância de uma abordagem séria e rigorosa em relação à violência doméstica e aos crimes passionais. É fundamental que a sociedade como um todo esteja ciente dessas questões e que as vítimas sejam encorajadas a buscar ajuda e denunciar abusos. O caso da advogada foragida em São Paulo serve como um alerta para a necessidade contínua de promover a segurança e o bem-estar em nossos relacionamentos e comunidades.

advogada
Advogada é condenada por matar o ex-namorado utilizando sua arma funcional

Fonte: R7

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo