NoticiasDireito Penal

Advogado é agredido ao impedir entrada ilegal em casa de suspeito; assista ao VÍDEO

O investigador responsável pelas agressões foi identificado como Leonardo Toffeti

Na tarde de quarta-feira (5), um advogado foi agredido por um investigador da polícia em Batatais, São Paulo, depois de se recusar a permitir a entrada das autoridades na casa de um suspeito de furto. O advogado, identificado como Lucas Lima Roberto, afirmou que não permitiu a entrada dos agentes porque não havia um mandado de busca e apreensão para o imóvel. O investigador responsável pelas agressões foi identificado como Leonardo Toffeti, de acordo com o boletim de ocorrência.

Imagens do incidente mostram o momento em que o advogado é agredido com uma cabeçada e cai no meio da rua. Posteriormente, ele relatou que estava acompanhando as diligências para defender o suspeito e argumentou que os agentes só poderiam entrar no local com um mandado de busca e apreensão. Apesar disso, uma discussão entre o advogado e o investigador teve início, culminando na agressão. Vizinhos registraram as imagens, evidenciando a situação e mostrando que o advogado foi agredido mesmo após estar caído no chão, até que foi contido por outros colegas do investigador.

canalcienciascriminais.com.br advogado e agredido ao impedir entrada ilegal em casa de suspeito assista ao video advogado 1
Fonte: Migalhas

Leia mais:

Operação policial detém 3 por contrabandear azeite proibido no Brasil

Polícia de NY descobre DNA de serial killer em fatia de pizza

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) está acompanhando o processo

O caso está sob investigação da Corregedoria da Polícia Civil e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) também está acompanhando o processo. O delegado seccional de Franca (SP), Wanir José da Silveira Júnior, afirmou que a corporação não tolera desvios de comportamento. Já o investigador Leonardo Toffeti, em entrevista à EPTV, afiliada da TV Globo no interior de São Paulo, recusou-se a comentar o assunto.

O caso foi registrado como lesão corporal e abuso de autoridade na Polícia Civil. No entanto, foi apurado que a polícia tinha autorização do pai do suspeito para entrar na casa, pois havia informações de produtos furtados e roubados no local.

Fonte: G1

Daniele Kopp

Daniele Kopp é formada em Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC) e Pós-graduada em Direito e Processo Penal pela mesma Universidade. Seu interesse e gosto pelo Direito Criminal vem desde o ingresso no curso de Direito. Por essa razão se especializou na área, através da Pós-Graduação e pesquisas na área das condenações pela Corte Interamericana de Direitos Humanos ao Sistema Carcerário Brasileiro, frente aos Direitos Humanos dos condenados. Atua como servidora na Defensoria Pública do RS.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo