- Publicidade -

Advogado é morto a tiros em seu próprio escritório de advocacia

- Publicidade -

Pedro David Galeano, advogado e ex-juiz de 36 anos, que sobreviveu a um atentado em julho de 2018, foi morto a tiros no seu escritório no Paraguai, na manhã dessa quarta feira (17/11).

- Publicidade -

Galeano sobreviveu a um ataque em 2018, onde reagiu e matou um dos suspeitos, que era brasileiro. Nessa quarta-feira, a vítima foi atingida por um tiro disparado por um homem que chegou ao seu trabalho de moto.

Em nota, a polícia relatou:

O crime ocorreu por volta das 11h20 (no horário local do Paraguai) no interior do escritório de advocacia Galeano Zelaya e Consultores.

Os supostos autores do crime seriam dois, do sexo masculino, e se deslocaram em uma motocicleta.

- Publicidade -

- Publicidade -

Suas identidades ainda são desconhecidas, e as autoridades paraguaias investigam o crime.

 

Leia também

STJ: juiz não está obrigado a se manifestar sobre todos os pontos trazidos pelo advogado


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais