Ser advogado criminalista é ter sua ética questionada pela sociedade todos os dias

Não é novidade, já referi em textos anteriores: se tem uma profissão onde a ética é colocada em evidência pela sociedade, é a do advogado criminalista. A sociedade questiona a própria essência do direito de defesa de alguém acusado, referindo que advogados são pagos com dinheiro do crime, logo, são instrumentos do próprio crime.

- Publicidade -

Superada essa questão, existem limites de atuação como qualquer outra profissão, e evidentemente defendemos a ética, a postura séria e, acima de tudo, profissional para a advocacia criminal.

Porém, inevitavelmente, ao longo do tempo, surgem notícias de envolvimento de profissionais da advocacia envolvidos em acusações de estarem associados com organizações criminosas.

Antes de tudo, para aqueles que trabalham com seriedade e transparência, se preservando de atuações que possam trazer prejuízos pessoais e profissionais, essas notícias causam tristeza, visto que a sociedade não sintetiza como casos isolados, e novamente a generalização dos pensamentos culminam em julgarem uma categoria como criminosos da mesma forma.

Evidentemente, nos posicionamos que estes profissionais acusados de atividades criminosas devam ser submetidos a processos criminais com todas as garantias legais, além de responderem perante a própria Ordem dos Advogados do Brasil. Após estes processos, caso seja apurada a sua responsabilização, que sejam aplicadas as devidas penalidades.

- Publicidade -

Porém, independente da filtragem e limpeza dos quadros destes profissionais que se perderam durante suas atividades, para os que trabalham dentro da ética ficam resquícios dos sentimentos de tristeza e desilusão com os advogados criminalistas que ultrapassaram o limite do exercício profissional para cometerem ilícitos.

Aos que decidiram trabalhar na advocacia criminal, fica nosso apelo, nosso conselho: a carreira é bela, é para a vida toda. Nenhum benefício financeiro vai valer mais do que ter a tranquilidade de exercer a profissão a cada dia, a cada semana, a cada mês, a cada ano por todos que a saúde nos deixar atuar.

Uma vez manchada a conduta profissional do advogado criminalista por uma acusação envolvendo participação criminosa, não há mais volta.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais