NoticiasDireito Penal

Alexandre manda derrubar perfis de comentaristas por discurso de ódio

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou suspender as contas nas redes sociais dos jornalistas bolsonaristas Guilherme Fiuza, Rodrigo Constantino e Paulo Figueiredo.

Fontes ouvidas pelo Conjur afirmaram que os três são investigados por divulgação de discurso de ódio e antidemocrático. A investigação, que está sob sigilo, também busca descobrir quem os financia.

Ministro Alexandre de Moraes manda suspender contas de jornalistas nas redes sociais por discurso de ódio 

Os perfis de Constantino e de Figueiredo haviam sido suspensos na sexta-feira, 30 de dezembro. Os dois atuam como comentaristas da rádio Jovem Pan e são defensores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Nesta quarta-feira, 4 de janeiro, as contas no Instagram, Facebook, Telegram e YouTube do jornalista Guilherme Fiuza caíram por causa de uma decisão da Justiça.

Alexandre de Moraes é relator do inquérito que investiga a existência de milícias digitais envolvidas em atos antidemocráticos.

Fonte: Conjur

Daniele Kopp

Daniele Kopp é formada em Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC) e Pós-graduada em Direito e Processo Penal pela mesma Universidade. Seu interesse e gosto pelo Direito Criminal vem desde o ingresso no curso de Direito. Por essa razão se especializou na área, através da Pós-Graduação e pesquisas na área das condenações pela Corte Interamericana de Direitos Humanos ao Sistema Carcerário Brasileiro, frente aos Direitos Humanos dos condenados. Atua como servidora na Defensoria Pública do RS.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo