Navegando pela Categoria

Ensaios Processuais

Variáveis do jogo processual

Variáveis do jogo processual No jogo processual, principalmente quando se adentra no estudo e análise de e das variáveis, (só) saber as regras não basta, ou seja, não se faz suficiente para ganhar. Aliás, ganhar é obter as recompensas…

Teoria dos jogos: recompensas

Teoria dos jogos: recompensas Na linha dos ensaios anteriores, sobre Teoria dos Jogos, continua-se necessário, para falar de recompensas nos e dos Jogos Processuais, desmistificar certas ideias que surgem de pronto quando se fala do…

Táticas e estratégias no jogo processual

Táticas e estratégias no jogo processual Para jogar o jogo processual é imprescindível 1) aceitar e conceber o processo penal como um jogo e sob a perspectiva da Teoria dos Jogos, do contrário, será apenas uma peça no jogo dos jogadores…

Regras do jogo

Regras do jogo As regras são essenciais a toda relação humana, principalmente quando se trata de um jogo. Todo jogo pressupõe a existência de um conjunto normativo acordado ou aceito e conhecido, por todos, previamente, o que não seria…

Pilares da Teoria dos Jogos: jogadores

Pilares da Teoria dos Jogos: jogadores A Teoria dos Jogos, ao trabalhar com uma abstração teórica e simplificada da realidade (PINHO; VASCONCELLOS, TONETO, 2012), fundamenta-se em um modelo, assim como toda teoria econômica. Assim, o…

Dilema do Prisioneiro

Dilema do Prisioneiro O jogo constituído através da interação entre seus jogadores, ou seja, aqueles que tomarão as decisões, as quais refletem, atingem o outro em maior ou menor grau, possuindo a sua disposição conhecimentos anteriores…

Teoria dos Jogos: uma introdução

Teoria dos Jogos: uma introdução O estudo dos jogos é milenar. Na observância dos jogos e partidas das mais diversas modalidades, e principalmente de seus jogadores, percebeu-se que àquele que toma uma decisão, no jogo, considerando as…

Valor probatório do inquérito policial

Valor probatório do inquérito policial O que restaria para fundamentação no Processo Penal, hoje, se não fossem utilizados aos atos investigativos como atos probatórios, ou seja, como prova “in”capaz de condenar? Continuemos a falar…

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais