Noticias

Atriz da série Impuros é vítima de assédio a caminho de São Paulo

Lorena Comparato é vítima de assédio sexual durante viagem

A atriz Lorena Comparato, que atualmente interpreta a Glaucia de de Rensga Hits!, e que também ficou conhecida por integrar a série ‘Impuros’, foi vítima de um assédio sexual na madrugada do último domingo (3/9).

Lorena estava viajando para São Paulo em um coletivo da Autoviação 1001 quando o caso aconteceu.

atriz
Lorena Comparato relata assédio em ônibus

Leia mais:

Caso Henry Borel: Monique Medeiros é transferida de presídio por sofrer ameaças de outras presas

Caso Victor Meyniel: porteiro que viu ator ser espancado e não fez nada é autuado por omissão de socorro

Atriz relata o caso

Durante uma entrevista concedida ao portal Metrópoles, a atriz relatou o momento do crime.

“Peguei um ônibus, às 2h da manhã, da Autoviação 1001 pra São Paulo. A última cadeira disponível era uma dupla, a mais perto da porta, mas no desespero, eu comprei. Mulher, sempre nervosa com o trajeto, tomei vitamina pra tentar dormir e tava finalmente conseguindo. Porém… acordei com um cara bêbado apertando a minha coxa e logo depois fazendo xixi no chão do corredor do busão. Sim, no chão do corredor”, relatou Lorena.

Em seguida ela continuou o seu relato contanto: “Tô arrasada… Eu tava no andar de baixo – leito-cama – que não tinha banheiro, na cadeira em frente à porta e ele tava no andar de cima – semileito – que tinha banheiro no final do corredor. No meu andar não tinha banheiro – no dele tinha. Aí, ele desceu, abriu a porta, apertou a minha coxa perto do joelho e começou a fazer xixi no chão do ônibus. No corredor!!!! E foi embora”.

A atriz relatou ainda que recebeu o apoio de um outro passageiro, mas que ainda assim não conseguiu mais dormir com medo de que o homem voltasse, o que, de fato, aconteceu durante a madrugada.

Eu não consegui mais dormir nada, com medo dele voltar… E ele voltou. Um tempo depois ele tentou de novo, abriu a porta, mas eu olhei pra ele e ele se assustou e fechou a porta.”

Lorena contou ainda que tentou filmar o assediador com o seu celular, mas o flash estava ligado e não pegou o rosto dele. Em seguida, ela relatou o ocorrido para o motorista que parou o ônibus para que a atriz pudesse identificar o homem.

Avisei ao motorista na parada e ele queria que eu identificasse o cara, mas eu não consegui reconhecer. Tava tudo muito escuro… Ele era baixo, branco, bêbado e tava de boné, mas tinham 7 caras de boné no ônibus”, relatou a atriz, antes de continuar dizendo:

“O motorista, na parada, ligou as luzes do segundo andar, foi lá em cima comigo, deu um discurso gigante sobre o absurdo que foi ele urinar dentro do ônibus, ressaltando que assédio é crime e que iria chamar a polícia se qualquer outra palhaçada acontecesse. E ele repetiu várias vezes: ‘assédio é crime. Um passageiro alcoolizado abusou de uma outra passageira. Isso é crime’.”

Atriz reclama da empresa de ônibus

Apesar de ter elogiado o motorista do ônibus, Lorena criticou a empresa:

“O motorista foi muito gentil, mas nem aqui no site da Autoviação 1001 tem opção de assédio. Mulheres passam por isso o tempo todo e sinto que não existe nenhuma dinâmica de proteção ou protocolo pra se isso acontecer. Querem silenciar e não falar sobre o que importa. Sobre o que dói e incomoda boa parte da população. Andar de avião tá impossível e não pode ser tão perigoso assim andar de ônibus”.

Fonte: Metrópoles

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo