• 11 de dezembro de 2019

Iverson Kech Ferreira

Mestre em Direito. Professor. Advogado.

…e justiça para todos

…e justiça para todos A segunda faixa do álbum homônimo da banda Metallica …and justice for all, de 1988, traz a hipótese de uma justiça dilacerada por conglomerados econômicos e políticos que se infiltram em seus meandros, transformando seus propósitos mais essenciais em uma jogatina especular. O próprio nome da música já traz uma dualidade […]Leia Mais

O medo em forma de Tubarão Branco

O medo em forma de Tubarão Branco É de Slavoj Zizek a comparação dos medos presentes na sociedade norte-americana do final dos anos 70 e início de uma nova revolução de sentidos, com o filme Tubarão (1975), de Steven Spielberg. E o interessante nessa analogia é acompanhar, factualmente, como os medos se apossaram de uma […]Leia Mais

Frankenstein assassino: a lenda de vida e morte

Frankenstein assassino: a lenda de vida e morte As lendas correm o mundo e possuem o poder de transformação. Por suas entrelinhas pode-se identificar e quantificar traços culturais e essenciais da etimologia do mito. Contudo, demonstram características humanas e asseguram que a passagem do tempo pode ocasionar a expansão das lendas, de forma que o […]Leia Mais

Manhunt Unabomber: cartas explosivas

Manhunt Unabomber: cartas explosivas  A série Manhunt: Unabomber, da Netflix, objetiva publicar determinadas descrições presentes no inquérito e em autos de investigações pertencentes ao FBI, liberadas com todas as informações sobre o comportamento de Theodore Kaczynski, o Unabomber. Entre os anos de 1978 e 1995, o doutor em matemática enviou pacotes contendo bombas artesanais para […]Leia Mais

Herança de sangue e a violência da máfia mexicana

Herança de Sangue (2016), com Mel Gibson e direção de Jean-François Richet, demonstra mais uma vez a crueldade de uma máfia considerada violenta ao extremo. Em comparação com as máfias japonesas e italianas, a maneira dos cartéis mexicanos de fustigar os inimigos e de preenchê-los com medo, difere em alguns pontos. É intenção da máfia […]Leia Mais

O Grande Ditador: em nome da Democracia

O oprimido representa os ideais de igualdade e cidadania em um regime que se estende ao mundo impondo a ganância, a irreflexão e todo o fanatismo de um déspota e seus seguidores. O Grande Ditador, escrito, dirigido e interpretado por Charles Chaplin em 1940 traz a hipotética, mas verossímil suposição, de uma vitória de Hitler […]Leia Mais