• 9 de agosto de 2020

Jean Severo

Mestre em Ciências Criminais. Professor de Direito. Advogado.

Por amor, ele matou (parte final)

"Eu pedi licença ao juiz-presidente da sessão e levei aquele homem, que estava preso, recluso por muito tempo, bem próximo aos jurados e pedi que o absolvessem. 'O' era um ser humano como qualquer um de nós, que estava brutalizado pelo cárcere..." Leia Mais

Parlatório: o confessionário do acusado

"Quando alguém é preso e tem sua liberdade suprimida, essa pessoa tem no advogado sua única esperança. O advogado torna-se a voz desse cidadão, ou melhor, a esperança maior em fazer com que ele retorne ao seu status anterior de homem livre..."Leia Mais