• 27 de janeiro de 2020

Letícia de Souza Furtado

A solidão no início da advocacia criminal

A solidão no início da advocacia criminal Parece que foi ontem. Colei grau em uma turma de desconhecidos e, vendo que todos festejavam uns com os outros quando chamados para receber o canudo, pedi à menina do lado que me desse um abraço, para não aparecer tão desenturmada e solitária no vídeo. Ao chamarem pelo […]Leia Mais

Liminar negada: angústias de uma advogada criminalista

Liminar negada: angústias de uma advogada criminalista Segundo a mitologia grega, o tempo é Chronos[1] – sequencial e quantitativo –; ou Kairós – qualitativo[2]. Na esfera subjetiva, é a vida do indivíduo, obra das Moiras Cloto, Láquesis e Átropos, três irmãs fiandeiras que confeccionam o tapete da existência[3]. A primeira tece o fio no nascimento; a […]Leia Mais