• 2 de junho de 2020

Mariana Cappellari

Mestre em Ciências Criminais. Professora. Defensora Pública.

O abolicionismo é uma utopia?

O abolicionismo é uma utopia? O objeto da criminologia esteve quase sempre centrado na figura do delito e na pessoa do dito criminoso, apenas no seu desenrolar enquanto disciplina, é que a criminologia acaba por abarcar a vítima e o controle social, também enquanto objetos. Pode-se dizer que foi nos anos 1960 apenas, com a […]Leia Mais

Regime integral fechado

Regime integral fechado Por que falar sobre o regime integral fechado? Penso que a atualidade requer o retorno ao passado, pois em tempos de pacotes e medidas desmedidas, a categoria memória se torna imprescindível a nos desvelar o significado e a história desse instituto, para que não cometamos e, também, para que não insistamos nos […]Leia Mais

Sistemas penitenciários

Sistemas penitenciários Na última coluna enfatizei a importância de se falar sobre as teorias que pretensamente tentam racionalizar a pena de prisão, trazendo ao debate a teoria agnóstica da pena de Zaffaroni, uma vez que a crença na pena de prisão ultrapassa no tempo. Hoje quero falar sobre os sistemas penitenciários e penso que temas […]Leia Mais

O impacto da Lei nº 13.497/2017 na Execução Penal

O impacto da Lei nº 13.497/2017 na Execução Penal Em 26 de outubro de 2017 entrou em vigor, na data da sua publicação, a Lei nº 13.497/2017, a qual inseriu na Lei nº 8.072/90, ou seja, incluiu enquanto crime hediondo, a posse ou porte de arma de fogo de uso restrito, nos termos do artigo […]Leia Mais

Violência estatal e população LGBT

Violência estatal e população LGBT O Brasil é o país que mais mata LGBTs no mundo, um a cada 19 horas. Não por menos, a ANTRA – Associação Nacional de Travestis e Transexuais, com o tema “Resistir para Existir, Existir pra Reagir”, em 29 de janeiro de 2018, veio a público chamar atenção para as […]Leia Mais

A Súmula 526 do Superior Tribunal de Justiça (STJ)

A Súmula 526 do Superior Tribunal de Justiça (STJ) A Súmula 526 do Superior Tribunal de Justiça foi publicada em data de 18 de maio de 2015, com a seguinte redação: O reconhecimento de falta grave decorrente do cometimento de fato definido como crime doloso no cumprimento da pena prescinde do trânsito em julgado de […]Leia Mais