• 23 de setembro de 2020

Paulo Silas Filho

Mestre em Direito. Especialista em Ciências Penais. Advogado.

O clique de “Parasita” e alguns traços da culpabilidade

O clique de “Parasita” e alguns traços da culpabilidade Por Paulo Silas Filho e Larissa Zucco Dentre as tantas abordagens possíveis em “Parasita”, uma daquelas que diz respeito e pode interessar às discussões acadêmico-forenses é o homicídio praticado pelo pai da família “parasitária” contra o pai da família rica e bem abastada. A notória tensão […]Leia Mais

Drogas: crise paradigmática e alternativas ao modelo proibicionista

Drogas: crise paradigmática e alternativas ao modelo proibicionista Fruto da dissertação de mestrado do autor, o livro aborda o paradigma da “guerra às drogas” constatando a notória crise que reside na forma com a qual o problema das drogas é tratado pelo Estado. Evidenciando as problemáticas que surgem quando da opção da criminalização do uso […]Leia Mais

Penas perdidas, de Louk Hulsman e Jacqueline Bernat de Celis

Penas perdidas, de Louk Hulsman e Jacqueline Bernat de Celis Tendo a abolição do sistema penal como norte e ao mesmo tempo premissa de seu pensar, “Penas Perdidas: o sistema penal em questão” traz todo o vigor de Louk Hulsman em suas reflexões, críticas, apontamentos, sugestões e propostas para que a pena deixa de o […]Leia Mais

Lançamento: Advocacia Criminal e Prerrogativas Profissionais

Lançamento: Advocacia Criminal e Prerrogativas Profissionais Tendo nascido de uma parceria sui generis entre os três articulistas que subscrevem o presente texto, a obra “Advocacia Criminal e Prerrogativas Profissionais” finalmente mostra a sua cara ao mundo jurídico: é com prazer que anunciamos o lançamento (pré-venda) do nosso livro. Cientes da preocupação que permeia o âmbito […]Leia Mais

Por uma advocacia respeitada

Por uma advocacia respeitada É necessário estabelecer uma cultura de respeito à advocacia. O que se quer é o mínimo: condição de possibilidade para o bom exercício da profissão. As previsões normativas existentes já evidenciam a necessidade de zelo para com a prática profissional do importante ofício do advogado, estando ausente, porém, uma questão de […]Leia Mais

Resenha de “A Questão Criminal”, de Eugenio Raúl Zaffaroni

Resenha de “A Questão Criminal”, de Eugenio Raúl Zaffaroni Fenomenal, para dizer o mínimo. De uma forma única, num estilo próprio para se fazer entender até mesmo numa roda de bar, Zaffaroni constrói e narra todo o traçado histórico da criminologia, apontando desde o seu verdadeiro berço até as discussões mais atuais acerca do “fenômeno […]Leia Mais

Resenha de “Confiança e Medo na Cidade”, de Zygmunt Bauman

Resenha de “Confiança e Medo na Cidade”, de Zygmunt Bauman Em “Confiança e Medo na Cidade”, Bauman analisa o aspecto arquitetônico das cidades, que teriam se constituído em um aspecto defensivo diante da insegurança e do medo que permeiam a sociedade. O mote que propulsiona o grande afã de se construir grandes fortalezas, casas isoladas, […]Leia Mais

Tempos Líquidos

Tempos Líquidos (resenha do livro de Zygmunt Bauman) Em “Tempos Líquidos”, Bauman elenca a insegurança como o grande mote que conduz a obra. O medo é um fator presente principalmente nas grandes cidades, de modo que, dado o constante fluxo de globalização, tem-se a liquidez que se observa nos tempos atuais como um fenômeno decorrente […]Leia Mais

Prerrogativas – quando são?

Prerrogativas – quando são? Os que acompanham a coluna “Prerrogativas Criminais” aqui no Canal Ciências Criminais, sabem que jamais se fez pouco das prerrogativas profissionais. De igual modo, jamais houve qualquer defesa do exacerbo, sempre tendo sido pontuado que as prerrogativas devem ser efetivadas, cobradas e exigidas dentro daquilo para que se destinam, o que […]Leia Mais