- Publicidade -

Brasileiro registra boletim de ocorrência contra Albert Einstein

- Publicidade -

Um brasileiro registrou um boletim de ocorrência na Delegacia Regional de Guaraí, interior do Tocantins, em face de Albert Einstein, diante da acusação de “delito de perturbação mundial”, diante de supostos erros e transtornos causados na ciência mundial.

- Publicidade -

De acordo com o técnico em eletrotécnica Josênio dos Anjos, autor do registro:

Foi um ato simbólico para chamar atenção do meio acadêmico ao que venho trabalhando. Existe uma dificuldade para entrar nele porque parece um ‘Clube do Bolinha’. Por isso achei essa alternativa de chamar atenção dos cientistas.

Mencionou, ainda, que:

A teoria dele está errada, tenho certeza, e acredito que ele sabia disso até o fim da sua vida. No fundo, o Einstein sabia e deve estar contente em saber que descobri.

- Publicidade -

Para ele:

- Publicidade -

De uns anos para cá, como trabalho com energia, digo que não entendo de fórmulas, mas a alma da energia. Observando, vi muitos erros. A energia não é uma entidade. Tudo na física é baseada em cima de energia, então pensei que alguma coisa não batia. A energia é um subproduto do movimento. Colocando o universo como expansão, logo vai existir energia para tudo.

Sobre estudar física:

Não pretendo estudar física porque não tem necessidade. A física é endeusada, sendo a salvação do universo, mas para entendê-lo não precisa de fórmulas e cálculos. (…) Essa física baseada na relatividade é totalmente inútil. Me dá ânsia de vômito. É vazia, sem um mínimo de conteúdo e ele [Einstein] se considera um cacique, mas também respeito porque o cara é inteligente. Só que todo mundo endeusou.

Leia mais:

- Publicidade -

STJ: existência de condições pessoais favoráveis não é apta a desconstituir a prisão processual


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Então, siga-nos no Facebook e no Instagram.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais