De arrepiar! Conheça a história brutal do massacre da Escola Bath

Andrew Philip Kehoe – o assassino por trás do massacre da escola Bath

Andrew Philip Kehoe, nascido em Tecumseh, Michigan em 1º de fevereiro de 1872, ganha notoriedade por ser o responsável pelo maior massacre em uma escola dos Estados Unidos – ocorrido em 18 de maio de 1927. Com uma vida marcada por eventos trágicos e uma personalidade multifacetada, Kehoe desencadeou uma trama de revanche que culminou no infame Massacre da Escola Consolidada de Bath.

Oriundo de uma grande família, Andrew estudou engenharia elétrica na Universidade de Michigan, onde conheceu Ellen Price, sua futura esposa. Contudo, em 1911, sofreu um acidente que lhe rendeu um coma de duas semanas. Após acordar, voltou a morar com o pai para se recuperar, testemunhando aí a morte trágica e polêmica de sua madrasta, Frances Wilder, vítima de um incêndio possivelmente criminoso.

Bath
De arrepiar! Conheça a história brutal do massacre da Escola Bath 3

LEIA MAIS:

Presa após atos de 8 de janeiro confirma ajuda do Exército e afirma algo CHOCANTE; confira

Famoso influenciador é condenado por lavar dinheiro para o tráfico

De St. Louis a Bath: uma vida sob suspeita

Após casarem, Andrew e Ellen mudaram-se para Bath, comprando uma fazenda da família de Ellen. No entanto, seu comportamento estranho e suas reações desproporcionais a situações de desacordo logo começaram a causar desconforto. Algumas de suas atitudes mais polêmicas incluíam o assassinato de um cachorro por latir muito e a criação de invenções incomuns para realizar trabalhos rurais.

Em busca de vingança

No anseio de minimizar os impostos, Andrew se elegeu tesoureiro do conselho da Bath Consolidated School em 1924. Contudo, depois de perder o cargo em uma eleição e se desentender com o conselho, decidiu tomar uma decisão drástica. Determinou que a vingança contra a população de Bath seria um ataque à escola local, onde estudavam mais de 230 alunos. Para isso, passou a comprar e furtar dinamite em diferentes lugares, armazenando também grande quantidade de metal para produzir estilhaços durante a explosão.

Bath
De arrepiar! Conheça a história brutal do massacre da Escola Bath 4

O dia fatídico e suas consequências

Na manhã do dia 18 de maio de 1927, Andrew colocou em prática seu plano de vingança. Primeiro, incendiou sua fazenda e matou sua esposa. Depois, detonou os explosivos na escola e em seu caminhão. O resultado foi a morte immensa de 38 crianças e 6 adultos, além de dezenas de feridos.

Depois do atentado, a cidade de Bath sofreu grandes perdas. No entanto, a comunidade conseguiu se recuperar e reconstruir o ambiente escolar. Hoje, um Parque Memorial foi criado no local do antigo prédio da escola, lembrando o trágico evento e marcando a memória das vítimas.