- Publicidade -

Canadense é condenado à pena de morte na China

- Publicidade -

Hoje, terça-feira (10), o canadense Robert Lloyd Schellenberg foi condenado à morte por tráfico internacional de drogas na China.

- Publicidade -

Inicialmente, em 2018, Schellenberg havia recebido uma pena de quinze anos de prisão e, em janeiro de 2019, foi condenado à morte em um segundo julgamento, um mês após autoridades canadenses prenderem Meng Wanzhou, diretora financeira da gigante tecnológica chinesa Huawei.

A decisão da justiça chinesa desta terça coincide com uma fase crítica do julgamento de Meng – que tenta evitar sua extradição para os EUA – no Canadá.

Dominic Barton, embaixador canadense em Pequim, afirmou após o julgamento:

“Condenamos o veredito fortemente e pedimos à China que conceda clemência a Robert. O seu novo julgamento e a sentença subsequente foram arbitrários. Continuamos profundamente preocupados com o uso arbitrário da pena de morte pela China”

- Publicidade -

A prisão de Schellenberg ocorreu em 2014, sob a acusação de que planejava o contrabando de cerca de 220 quilos de metanfetamina da China para a Austrália.

No entanto, o canadense afirma ser inocente e que fazia apenas turismo na China.

- Publicidade -

De acordo com a Justiça chinesa “as evidências provavam que ele estava seriamente envolvido no contrabando internacional de drogas”.

Schellenberg recorreu da pena de morte. O recurso foi rejeitado no tribunal da província de Liaoning e, agora, o Supremo Tribunal do país, confirmou a pena máxima.

O Código Penal chinês prevê que qualquer pessoa que traficar, importar, transportar ou fabricar ópio em quantidades superiores a um quilo, ou heroína em quantidades superiores a 50 gramas, ou outros entorpecentes em grandes quantidades, poderá ser sentenciada a quinze anos de prisão, à prisão perpétua ou à pena de morte. Também poderá ter seus bens confiscados.

- Publicidade -

Leia também

Estelionato sentimental: Gilmar Mendes mantém prisão preventiva de acusado

Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais