Noticias

CAOS E CRIMINALIDADE: RS tem 172 prisões em inundações – 63 em abrigos e 56 por crimes patrimoniais

Criminalidade em alta durante tragédia no RS

O Rio Grande do Sul (RS) enfrenta a sua pior tragédia climática na história. O estado foi atingido por fortes chuvas no início do mês de maio, que deixou rastros de destruição e diversos municípios alagados.

No entanto, além das enchentes, os moradores do RS enfrentam outro desafio, a criminalidade na região. Até o momento, as autoridades já realizaram 172 prisões. Entre elas, 63 registradas em abrigos e 56 por crimes patrimoniais.

Brigada Militar RS
Imagem: Divulgação/Brigada Militar

Leia mais:

CRIMES HEDIONDOS: CDH quer PENA MAIOR para pornografia infantil

BOLSONARO VENCE: Congresso mantém veto contra criminalização de fake news

Eldorado do Sul sofrem com saques

Inicialmente, as forças de segurança que atuam na região sofreram para conter os saques em Eldorado do Sul. O município está entre os mais afetados pelas enchentes e vários comércios e residências foram alvos dos criminosos. Por exemplo, um supermercado saqueado e roubo de tratores.

Diante dos crimes, as autoridades reforçaram a segurança no local, mas na ocasião, os militares precisaram da ajuda de um helicóptero do Exército. Com a cidade alagada, era impossível chegar por terra, apenas pelo ar ou através das águas.

Comandante da BM avalia cenário

De acordo com o comandante da Brigada Militar, coronel Cláudio dos Santos Feoli, a situação era caótica apenas em um primeiro momento. Na ocasião, as autoridades ainda não tinham condições de chegar ao local. Assim, após intensificação da segurança, o cenário crítico relacionado com a segurança não prevaleceu.

Operação Noite Segura

Com reforços de outras cidades e diante da quantidade de crimes registrados nos municípios atingidos, a Polícia Civil adotou a Operação Noite Segura. Assim, o patrulhamento ocorre diariamente, das 18h às 7h. Então, de acordo com a delegada Adriana Regina da Costa, diretora do Departamento de Polícia Metropolitana, a maioria das prisões são através das operações.

Abrigos recebem atenção especial

De acordo com os dados divulgados pelo governo do RS, o estado conta com quase 50 mil desabrigados. Com isso, aproximadamente 800 abrigos foram montados nas cidades afetadas pelas enchentes.

No entanto, as pessoas abrigadas nos locais também sofreram com a criminalidade. Assim, a BM pediu reforços e criou a Patrulha Abrigo. O principal objetivo é direcionar uma atenção maior aos locais e verificar as condições de cada um, diariamente.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo