Noticias

Casa Branca anuncia plano para fechar a prisão de Guantánamo

Canal Ciências Criminais

Por Redação

A Casa Branca anunciou na noite desta quarta-feira (22/07/15) que será agilizado o plano de encerramento da prisão na baía de Guantánamo, em Cuba. O porta-voz Josh Earnest explicou que o encerramento do presídio se trata de “um interesse de segurança nacional”“Isso é algo em que nossas autoridades de Segurança nacional têm trabalhado por algum tempo, principalmente, porque é uma prioridade para o presidente”, frisou ainda Earnest.

Aberta pela Administração do Governo Bush, em 2002, logo após os atentados ao World Trade Center, em Nova York, a prisão detêm, muitas vezes sem julgamento, suspeitos de terrorismo. Em virtude dos abusos cometidos nos interrogatórios, somadas às condições em que os detidos (na maioria muçulmanos) se sujeitavam, não tardou a receber o rótulo de “infame”.

O fechamento da prisão foi uma das primeiras promessas realizadas pelo presidente Barack Obama após tomar posse, em 2009.  Com pouco mais de 18 meses ainda restantes na Presidência, Obama pretende cumprir a promessa. Contudo, o plano será submetido à aprovação do Congresso, havendo diferentes posicionamentos sobre a questão.

Embora alguns presos já tenham sido transferidos e/ou libertados, após negociações, para outros países, em Guantánamo estão ainda presos 116 indivíduos. Destes, mais da metade são considerados perigosos, havendo recomendação para que não sejam libertados. Os demais já receberam avais de transferência, aguardando que países que os aceitem. Há presos ainda que se encontram detidos sem sequer acusação formalizada.

Maiores informações podem ser visualizadas no gráfico a seguir (Editoria Arte/FolhaPress):

15177836

Continue lendo
Receba novidades em seu e-mail