Noticias

Gypsy Rose: relembre o caso bizarro da filha que matou a mãe

‘Gypsy Rose Blanchard: A assombrosa história de mentira, manipulação e assassinato’

A assustadora história real de Gypsy Rose Blanchard foi vivida em meio a uma teia de enganações. Conhecer o caso de Gypsy é como se deparar com um trama cinematográfica, com reviravoltas perturbadoras e uma explosão final chocante. Porém, essa é a amarga e cruel realidade de uma jovem que, durante toda a sua vida, foi envolta em mentiras sobre a sua condição de saúde, até que descobriu a terrível verdade.

Desde o dia em que veio ao mundo, em 1 de julho de 1991, a Gypsy foi apresentada ao público como uma garota severamente doente. Ela morava com sua mãe, Dee Dee Blanchard, numa pacífica comunidade em Springfield, Missouri, nos EUA. Alegava-se que Gypsy sofria de uma montanha de problemas de saúde, de distrofia muscular a alergias extremas. Mas, por trás dessa fachada de caridosidade, os sinistros segredos de uma família estavam apenas à espera de serem desvendados.

Gypsy
Gypsy Rose: relembre o caso bizarro da filha que matou a mãe 3

LEIA MAIS:

Mulher estuprada após show de pagode em BH tem quadro de pneumonia por aspiração em razão do crime

Caso Natasha Nascimento: acusadas da morte de transexual brutalmente espancada são julgadas

‘Por que a saúde de Gypsy foi tão falada?’

Tal fachada de caridade rendeu comida, dinheiro, e até uma viagem à Disney de graça, através de doações de ONGs e ajuda governamental. Esse era o resultado do ato de Dee Dee, a mãe controladora e manipuladora, que forjou todas as doenças de sua filha e conduziu uma vida de enganações em busca de simpatia, atenção e benefícios.

Ao entrar na adolescência, Gypsy, ansiosa por um pouco de liberdade, começou a perceber algumas incongruências na história de sua doença. Aos 18 anos, veio a compreensão terrível – sua mãe havia mentido para o mundo sobre sua saúde durante toda a sua vida.

‘Qual foi a reação de Gypsy após descobrir a farsa?’

Inconformada com a traição que mudou completamente o rumo de sua vida, Gypsy, juntamente com o namorado secreto Nicholas Godejohn, planejou e executou o assassinato de Dee Dee em 2015. A revelação do crime e a subsequente descoberta da verdade obscurecida marcaram um capítulo arrepiante, que abalou a nação americana.

Gypsy
Gypsy Rose: relembre o caso bizarro da filha que matou a mãe 4

‘O que aconteceu após o crime?’

Embora a descoberta da farsa médica tenha causado um impacto generalizado, o resultado final do julgamento do caso Blanchard foi o choque maior. Nicholas Godejohn foi condenado à prisão perpétua, enquanto Gypsy recebeu uma sentença de 10 anos pelo homicídio de Dee Dee. Ela será libertada em 2023, aos 32 anos, após viver quase toda a sua vida sob o domínio de sua manipuladora mãe.

A chocante história real serviu de inspiração para o documentário ‘Mamãe Morta e Querida’, da HBO, bem como a série ‘The Act’, do Hulu, recontando os eventos sombrios desta saga trágica e assustadora.

Redação

O Canal Ciências Criminais é um portal jurídico de notícias e artigos voltados à esfera criminal, destinado a promover a atualização do saber aos estudantes de direito, juristas e atores judiciários.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo