Noticias

Caso Narvarte: o chocante crime com a execução de cinco pessoas que abalou o México

Sete anos sem resolução: Os assassinatos que marcaram o México

No dia 31 de julho de 2015, um crime bárbaro chocou a Cidade do México, conquistando atenção da mídia internacional. Cinco pessoas foram brutalmente executadas em um apartamento no bairro de Narvarte, distrito de classe média na metrópole mexicana. Os ativistas Rubén Espinosa e Nadia Vera, famosos por seu discurso crítico em relação ao governador de Veracruz, Javier Duarte, foram algumas das vítimas. Meramente sete anos mais tarde, muitos questionamentos acerca deste crime permanecem sem resposta.

Em meio à cena trágica, uma constatação assustou a população mexicana e internacionalmente também, o modus operandi dos criminosos. Todas as vítimas foram brutalmente executadas, recebendo um tiro na cabeça com uma pistola 9 milímetros. Entre as vítimas estavam os companheiros de quarto de Vera: Yesenia Quiroz, Mile Virginia Martín e a camareira Alejandra Negrete. Este crime horrendo levou ao aumento dramático da pressão internacional por respostas, porém, em 2023, este caso ainda permanece ‘sem solução.’

LEIA MAIS:

Caso Madeleine: Vítima de ataque brutal em 2004 pede reabertura de seu caso

Conheça o ChatADV: Inteligência artificial jurídica para advogados e estudantes de direitoConheça o ChatADV: Inteligência artificial jurídica para advogados e estudantes de direito

Quem foram Rubén Espinosa e Nádia Vera?

Rubén Espinosa, um fotojornalista, dedicou oito anos de sua carreira cobrindo movimentos sociais e atos de repressão em Veracruz. Durante este período, Espinosa se tornou uma figura incomoda para o então governador Duarte, registrando em suas fotos a falta de lei no estado de Veracruz.

Nadia Vera também esteve na mira de Duarte. A antropóloga social e ativista dos direitos humanos, era membro da Assembleia Estudantil da Universidade de Veracruz e do movimento estudantil #YoSoy132. Devido à sua militância política, Vera sempre esteve ameaçada pelas ações truculentas das autoridades.

canalcienciascriminais.com.br assassinatos sem resposta como as mortes de jornalista e ativista abalaram o mexico ruben espinosa e nadia vera
Caso Narvarte: o chocante crime com a execução de cinco pessoas que abalou o México 3

As ameaças do governador Javier Duarte

Próximo à data do crime, Javier Duarte, fez declarações suspeitas, acusando “funcionários da mídia” de “terem ligações” com o crime organizado. Suas palavras soaram como uma ameaça a Espinosa e Vera, que eram críticos contundentes de seu governo. Tal fato apontou para a possibilidade do crime ter sido politicamente motivado.

O que se sabe sobre as investigações?

Apesar das pressões internacionais por respostas, até 2023, nenhuma linha de investigação foi concluída. Segundo informações da BBC, câmeras de segurança flagraram três suspeitos saindo do apartamento, um deles usando o carro de uma das vítimas. Além disso, há indícios de que pelo menos cinco pessoas tiveram envolvimento no planejamento e execução dos homicídios, conforme reportagem do Artículo 19.

É imperativo que as autoridades mexicanas busquem resposta para esses assassinatos. Afinal, a impunidade neste caso não só nega a justiça às vítimas, mas também reforça um clima de medo e insegurança para os jornalistas e ativistas no México.

canalcienciascriminais.com.br assassinatos sem resposta como as mortes de jornalista e ativista abalaram o mexico espinosa e vera
Caso Narvarte: o chocante crime com a execução de cinco pessoas que abalou o México 4

Redação

O Canal Ciências Criminais é um portal jurídico de notícias e artigos voltados à esfera criminal, destinado a promover a atualização do saber aos estudantes de direito, juristas e atores judiciários.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo