- Publicidade -

Conheça o caso real que inspirou a série Stranger Things

- Publicidade -

Stranger Things é uma das séries de ficção científica de maior sucesso da Netflix, e os diretores revelaram que um dos personagens da nova temporada, Eddie Munson, é inspirado em um caso real. Diretores da série, os Irmãos Duffer queriam explorar o fenômeno do “pânico satânico” na sociedade dos Estados Unidos nos anos 80, e se basearam no caso do “trio de West Memphis”.

- Publicidade -

Stranger Things
Cena de Stranger Things. Imagem: Netflix

Eddie Munson de Stranger Things, da vida real

Eddie Munson, um dos personagens da nova temporada da série da Netflix, interpretado por Joseph Quinn, foi baseado na história real de Damien Echols.

- Publicidade -

Echols era um dos “Três de West Memphis”, adolescentes do Arkansas que foram condenados pelo assassinato de três meninos de 8 anos em 1993, em homenagem ao “pânico satânico”, um culto muito popular na época. Damien era um roqueiro, fumante, de cabelo comprido, fã de Metallica, que recebeu a principal pena e chegou a ficar 18 anos no corredor da morte. No entanto, 16 anos mais tarde novas evidências determinaram que outro suspeito poderia estar envolvido, e Echols foi solto da prisão.

Assim como em Stranger Things, quando os personagens acusaram Munson de matar sua colega de escola, Chrissy, alegando satanismo pelo fato dele jogar D&D, o pânico satânico também teve grande peso no julgamento contra Echols e os demais adolescentes. O jovem personagem cabeludo, repetente do ensino médio e fã de heavy metal foi escrito pelos Irmãos Duffer e implementado meticulosamente na quarta temporada da série.

“Somos muito preciosos em adicionar pessoas porque já temos um conjunto incrível de atores. Então, só queremos adicionar alguém se acharmos que eles são necessários para contar a história que estamos contando”, contou Ross Duffer

Trama da 4ª Temporada envolve caso de Eddie/Echols

A trama da temporada começa com a morte da líder de torcida Chrissy Cunningham, onde Eddie é acusado pela população local de Hawkins de ser responsável pelo assassinato. As autoridade desconfiam de Eddie por ele fazer parte de um um “culto satanista” de jogadores do RPG de mesa “Dungeons & Dragons”.

- Publicidade -

Stranger Things
Eddie em Stranger Things. Imagem: Netflix

Fenômeno do Pânico Satânico nos Estados Unidos

O chamado “pânico satânico” foi um fenômeno social descrito pela primeira vez nos anos 80 nos Estados Unidos, e é uma derivação do conceito de “pânico moral”, popularizado pelo cientista social Stanley Cohen, no livro “Folk Devils and Moral Panics”. Na época, houve uma preocupação social de que os jovens estariam perdendo seus valores cristãos e sendo convertidos a seitas ocultas e satânicas.

Em “Stranger Things”, a pessoa que estaria convertendo os valores dos jovens seria Eddie Munson com as crianças do clube “Hellfire”.

- Publicidade -

O caso do trio de West Memphis

O caso ocorreu em 1993 e 1994, quando os adolescentes Damien Echols (18), seus amigos Jason Baldwin (16) e Jessie Misskelley Jr. (17), foram acusados de assassinar três crianças de oito anos de idade, Chris Byers, Stevie Branch e Michael Moore. Um dia após terem seu desaparecimento relatado, os corpos das crianças foram encontrados em uma vala com marcas de espancamento e os próprios cadarços amarrando os corpos.

O jovem Jessie teria confessado que ele e os outros dois adolescentes teriam cometido o crime. Após um julgamento com grande atração midiática e poucas provas substanciais, os júris determinaram em 1994, que os três eram culpados. Misskelley e Baldwin foram condenados à prisão perpétua. Demien foi considerado o líder do grupo e condenado à morte por injeção letal.

Em 2011 eles foram soltos, após assinar um acordo com promotores e em 2022, os advogados de Echols deram entrada em um pedido por novos testes de DNA, afirmando que os testes poderiam servir para identificar os assassinos e trazer justiça para o caso.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia Mais

Homem mata esposa por ter se negado a servir cerveja Prima de Daniella Perez encontra Paula Thomaz em shopping Raul Gazolla manda recado para marido de Paula Tomaz Bolsonaro e Michelle visitam igreja em que Guilherme de Pádua é pastor Esposa de Guilherme de Pádua comenta sobre série da HBO Max