- Publicidade -

Caso Richthofen: irmãos Cravinhos seguem cumprindo pena

- Publicidade -

Com história retratada em filme recente, o caso Suzane von Richthofen volta a repercutir. Os autores do crime, os irmãos Cravinhos, seguem cumprindo pena. Daniel, ex- namorado de Suzane, progrediu para o regime aberto; Christian, irmão de Daniel, conseguiu a redução da pena em 149 dias pelos dias que tem trabalhado na prisão.

- Publicidade -

Em 2006, o Tribunal do Júri decidiu pelo reconhecimento da autoria dos irmãos pelos crimes de homicídio contra os pais de Suzane.

Na sentença a pena-base foi fixada em 16 e 15 anos de reclusão para Daniel e Christian, respectivamente. Foram consideradas três qualificadoras: uma levada em conta como causa de aumento; outras duas, como agravantes. Foram também reconhecidas circunstâncias atenuantes. Somaram-se ainda seis meses de pena pelo crime de fraude processual, com finalidade de produzir efeitos em processo penal. No caso de Christian, ainda houve a condenação por furto. Ao final, a condenação de Daniel foi de 39 anos e seis meses de prisão e Christian, 38 anos e seis meses. Ambos iniciaram em regime fechado.

No entanto, em agosto de 2017, uma decisão da 2ª Vara de Execuções Criminais de Taubaté, passados 15 anos do crime, autorizou Daniel Cravinhos a passar para o regime aberto.

Christian também requereu o benefício e veio a ser liberado pela justiça no mesmo período, mas voltou ao regime fechado depois de uma confusão em um bar.

- Publicidade -

- Publicidade -

Mais recentemente, Christian conseguiu reduzir a pena em razão dos dias trabalhados na prisão. Ele trabalhou 447 dias desde abril de 2018 até março de 2021, em atividades envolvendo jardinagem, faxina, manutenção e reparo de cadeiras de escola. Segundo a decisão do TJSP, Christian fez jus a uma redução de 149 dias do total da condenação.

Leia também

Suzane von Richthofen consegue liminar para cursar Farmácia

Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

- Publicidade -

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais