Noticias

Caso Sarah Payne: relembre o caso da garotinha assassinada enquanto passava férias na casa dos avós

Sarah Payne: O cruel desaparecimento que chocou a Inglaterra

No ano 2000, a Inglaterra esteve em um estado de choque e horror quando a pequena Sarah Payne, de apenas 8 anos de idade, desapareu sem deixar rastro. Na época, ela estava passando as férias escolares na casa dos avós situada em Kingston Gorse, West Sussex. A menina brincava com os irmãos no milharal próximo a residência quando foi vista pela última vez.

Os eventos que levaram ao seu desaparecimento começaram de maneira inofensiva. Sarah estava brincando com seus irmãos, dois mais velhos, Luke e Lee, e uma menina mais nova, Charlotte. Em um certo ponto, Sarah se machucou e decidiu retornar para a casa dos avós, sendo acompanhada por Lee, seu irmão de 13 anos. No entanto, o trágico destino da garota estava prestes a dar uma guinada sombria.

Sarah
Caso Sarah Payne: relembre o caso da garotinha assassinada enquanto passava férias na casa dos avós 3

LEIA MAIS:

Polícia prende homem que matou cachorro a tiro, gravou o crime e mandou vídeo ameaçando a companheira

Giovanna Lancellotti não se cala e expõe crime sexual nos bastidores da Globo

O desaparecimento de Sarah

Na rota de retorno, Sarah escolheu ir pelo lado de fora do milharal, enquanto Lee optava pelo caminho interior. Ambos combinaram de se encontrar no final do percurso. Entretanto, ao término do trajeto traçado, Lee não encontrou a irmã. Em vez dela, avistou um homem parado ao lado de uma van branca, que lhe deu um sorriso e acenou. O desconforto gerado pela cena fez com que Lee corresse de volta para a casa dos avós para relatar o sucedido.

Quem era o homem da van branca?

Infelizmente, o homem que Lee viu era Roy Whiting, que àquela altura, já tinha 41 anos. O prodígio malévolo tinha estado observando as crianças durante algum tempo, aguardando o momento exato para atacar. Vendo Sarah se distanciar do irmão, Whiting rapidamente a sequestrou, a forçando a entrar em sua van.

sarah
Caso Sarah Payne: relembre o caso da garotinha assassinada enquanto passava férias na casa dos avós 4

A descoberta de um crime brutal

Várias buscas foram feitas nas primeiras 48 horas do desaparecimento de Sarah. Entretanto, em 17 de julho de 2000, a jornada de busca chegou a um fim trágico quando um fazendeiro local descobriu o corpo de Sarah, num estado avançado de decomposição. Exame forense detalhado indicou que ela foi asfixiada e abusada sexualmente, mostrando a barbárie com que Whiting a tratou.

Inicialmente Whiting negou qualquer envolvimento no crime, mas evidências encontradas em sua van, incluindo um cabelo loiro – posteriormente confirmado como sendo de Sarah – levaram à sua prisão em 6 de fevereiro de 2001. Whiting foi condenado pelo sequestro e assassinato em dezembro de 2001, e desde então cumpre sua sentença na Prisão de Wakefield, West Yorkshire.

Redação

O Canal Ciências Criminais é um portal jurídico de notícias e artigos voltados à esfera criminal, destinado a promover a atualização do saber aos estudantes de direito, juristas e atores judiciários.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo