Na última coluna abordei o tema do Futebol e Criminalidade Econômica apontando os riscos de delitos econômicos inerentes às transações realizadas entre os clubes, especialmente na negociação de atletas com entidades do exterior. Um dos exemplos utilizados para ilustrar o artigo foi o chamado Caso Neymar,