Ele sequestrou, estuprou várias vezes ao longo de dois dias inteiros, torturou no decorrer desses dois dias, matou, esquartejou e escondeu os seus pequenos restos mortais numa vala, no meio de um bosque imenso e bastante afastado. Comoção pública inigualável na pequena comunidade da região metropolitana

Luta e cárcere Sigo pensando na “luta” como instrumento de emancipação social. Isso envolve todos os aspectos da vida, e até mesmo o direito, pois completamente infiltrado na sociedade, como aquela força invisível carneluttiana que sustenta a ponte romana, e que é nada além de força,