- Publicidade -

Comerciante desaparece após enviar mensagens suspeitas para a esposa

- Publicidade -

Um comerciante de 32 anos desapareceu após enviar mensagens estranhas à esposa dizendo onde ele estaria indo e “se der ruim (sic), sabe onde estou”. A investigação do caso está sendo coordenada pela unidade especializada da Polícia Civil do Rio de Janeiro, a Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA). Marcas de sangue foram encontradas pelos policiais no local para onde o homem supostamente foi levado e onde ocorreu um baile funk. Os peritos afirmaram que nenhum corpo foi encontrado no local.

- Publicidade -

O desaparecido entrou em contato com a família pela última vez na madrugada do último sábado (11) e nas mensagens ele dava a entender que corria algum risco. A última mensagem via aplicativo de mensagens dá o tom do possível perigo: “Se der ruim, sabe onde estou. Gardênia”. O local dentro da comunidade para onde ele teria sido levado é conhecido como “campo do favelão”. 

Até o momento, o homem, que trabalhava em um bar no bairro do Pechincha, que fica a 15 minutos de Gardênia Azul, uma região dominada pela milícia na Zona Oeste do Rio de Janeiro, segue desaparecido. Ele teria dito que ia ver um amigo, conhecido como “DJ”, em uma boate perto do bar.

Relatos de que uma briga de bar aconteceu no local onde o comerciante estaria, levantam ainda mais suspeitas sobre a possível morte do homem.  A família e os policiais também possuem um vídeo em que ele aparece com um amigo – que não responde aos contatos da família – em lugar que aparenta ser um baile funk.

No domingo (12), surgiram informações de que um carro e a placa do veículo de propriedade do comerciante haviam sido encontrados incendiados na Avenida Ayrton Senna, de acesso à Barra da Tijuca. Nenhum corpo foi encontrado.

- Publicidade -

- Publicidade -

Leia também

Mulheres que operavam call center fake são presas em SP

Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais