- Publicidade -

Decretada prisão preventiva de sobrinho que espancou e matou a tia

- Publicidade -

Ontem, quarta-feira (25), policiais da 26ª Delegacia de Polícia do Distrito Federal prenderam um homem acusado de matar a tia com onze facadas no DF. A vítima, falecida em janeiro, foi encontrada com sinais de espancamentos, supostamente ocorridos antes de sua morte.

- Publicidade -

Segundo o delegado-chefe adjunto da 26ª DP, a tia havia acolhido o sobrinho após ele ser expulso de casa pelos pais:

Eles discutiam muito porque ela queria que ele trabalhasse, arrumasse um emprego e ele não queria. Ele foi expulso de casa e, como ela era bondosa, deu oportunidade de ele morar com ela.

Os investigadores encontraram material genético do suspeito embaixo da unha da vítima, além de vestes dele contendo fragmentos biológicos de sangue, bem como a sola do seu chinelo do sobrinho batia com pegada encontrada no local do homicídio.

Foram encontradas lesões no corpo do homem que indicam que a vítima tentou se defender. Também foram encontrados pedaços de pele do autor embaixo da unha da vítima.

- Publicidade -

- Publicidade -

O álibi do autor do crime – de que estaria, no horário em que ocorreu o crime, em Santo Antônio do Descoberto (GO) – foi rechaçado durante as investigações diante de imagens obtidas do suspeito nas imediações do local do crime, no mesmo horário em os fatos ocorram.

Leia também

Violência contra a mulher também pode ser julgada pela Justiça Federal

Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

- Publicidade -

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais