- Publicidade -

Desembargador do TJ-GO é suspeito de assediar funcionária

- Publicidade -

A Polícia Civil de Goiânia recebeu uma denúncia contra o desembargador aposentado Orloff Neves Rocha por, supostamente, assediar funcionária que prestava serviço no Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO).

- Publicidade -

Suspeito de assediar funcionária

Conforme o relato, a vítima faz parte de uma empresa terceirizada que presta serviços ao TJ-GO e havia ido formatar o computador do desembargador. Na ocasião, o magistrado beijou o pescoço da mulher e deu um tapa em suas nádegas.

A vítima ainda detalha que, ao final do serviço, o desembargador colocou seu cartão com contato em um dos bolsos da mulher, a convidando para ir a um bar. O homem também abriu os braços no intuito de abraçá-la e, apesar de constrangida, a vítima cedeu e o abraçou. Na oportunidade, ele a teria beijado no pescoço e tentado tirar a máscara da mulher para beijá-la.

O TJ-GO afirmou na última sexta-feira (07/05) que assim que tomou conhecimento, abriu procedimento apuratório preliminar visando apurar os fatos na esfera administrativa”.

- Publicidade -

Já a Associação dos Magistrados de Goiás (Asmego) publicou nota dizendo que defende que as instituições devem observar o devido processo legal” e que “as investigações transcorram de forma ágil, ética e eficiente”.

- Publicidade -

A delegacia informou que a investigação está tramitando em segredo de justiça.

*Esta notícia não reflete, necessariamente, o posicionamento do Canal Ciências Criminais

Leia mais:

Entenda como identificar uma prisão ilegal e como agir diante disso


- Publicidade -

Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook, no Instagram e no Twitter.

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais