Noticias

Popularidade em Alta: discurso firme contra o crime eleva aprovação?

Em um mundo marcado pela insegurança, o discurso rígido contra o crime adquiriu recentemente um espaço significativo no cenário político internacional, tornando-se um caminho rápido para o sucesso eleitoral e para o aumento da popularidade.

Talvez o exemplo mais proeminente dessa tendência seja o do presidente salvadorenho Nayib Bukele, que aparece atualmente com impressionantes 90% de intenções de votos para a reeleição.

Popularidade em Alta: discurso firme contra o crime eleva aprovação?
Foto: Reprodução/Instagram

Leia mais:

Violência e crimes causam queda no PIB do Brasil

Pastor Silas Malafaia e advogado pedem prisão de Alexandre de Moraes

Presidente de El Salvador alcança popularidade com discurso duro contra o crime

Assumindo o cargo em 2019, Bukele fez de seu mandato uma luta incessante contra as gangues criminosas do país, adotando uma postura de intolerância à violência. Apesar das críticas relacionadas à sua concentração de poder, é indiscutível que suas políticas têm sido eficazes, com uma queda significativa nos índices de homicídios e outros crimes violentos desde o início de seu governo.

Segurança pública: o caso do Brasil e o papel do Governador Ronaldo Caiado

No Brasil, um evento similar se desenrolou com o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, cuja popularidade de quase 85% foi alavancada por sua abordagem firme contra o crime. A frase “Em Goiás, ou bandido muda de profissão ou muda de estado”, proferida por Caiado em diversas ocasiões, resume de forma eloquente sua postura diante dos criminosos.

Além da repressão policial, Caiado tem investido maciçamente em tecnologia e inteligência, destacando-se ainda por seus programas sociais e educacionais focados na prevenção de crimes. Os resultados são evidentes, com o estado de Goiás vivenciando uma redução considerável na criminalidade.

É eficaz um discurso duro contra o crime?

O impacto do discurso duro contra o crime na realidade da segurança pública ainda é um tema complexo que desperta amplo debate. Enquanto essas posturas podem produzir popularidade e vitórias eleitorais de curto prazo, questões mais profundas acerca de sua eficácia em promover mudanças reais e duradouras na segurança pública permanecem em discussão.

Por mais que se destaquem os avanços em lugares como El Salvador e Goiás, é crucial salientar que estes resultados não são fruto apenas de uma postura inflexível contra o crime, mas também de uma abordagem equilibrada que inclui medidas preventivas e de inclusão social.

O sucesso de um discurso duro contra o crime, portanto, não exclui a necessidade de políticas públicas abrangentes e multifacetadas para combater a criminalidade. Afinal, uma sociedade segura é aquela que, além de combater eficazmente o crime, promove justiça social, respeito aos direitos humanos e preservação da democracia.

Fonte: Jornal Opção

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo