“DNA do Crime”: 1ª superprodução nacional da Netflix será uma história baseada em fatos reais

Netflix prepara ação policial “DNA do Crime”

Com produções brasileiras fazendo cada vez mais sucesso no cenário internacional, a Netflix está se preparando para dar mais um passo importante nesse território. Desta vez, a gigante do streaming irá mergulhar no mundo da criminalidade com inspiração em eventos reais. A sérieDNA do Crime” promete trazer um novo olhar sobre as ações policiais e a vida de criminosos brasileiros.

Baseada em um crime transnacional que aconteceu em 2017 na fronteira entre o Brasil e o Paraguai, a série “DNA do Crime” buscará retratar a ambiguidade entre a vida na lei e no crime. Com foco nos profissionais de diferentes divisões da Polícia Federal e das complexas facções criminosas, a produção da Netflix se propõe a mostrar tanto a inteligência e sofisticação da polícia, quanto as táticas ultramodernas usadas pelos criminosos.

DNA do Crime
“DNA do Crime”: 1ª superprodução nacional da Netflix será uma história baseada em fatos reais 2

LEIA MAIS:

Crime de guerra: bloqueio de água e comida praticado por Israel é proibido pela ONU

CPI das Pirâmides Financeiras encerra suas atividades propondo a criação de 4 projetos de lei e indiciando 44 pessoas

“DNA do Crime” – o lado não contado da criminalidade brasileira

Os telespectadores terão a oportunidade de conhecer a profundidade do trabalho da Polícia Federal e a engrenagem que movimenta o lado ilegal das fronteiras. O criador e diretor geral da série, Heitor Dhalia, afirmou que “DNA do Crime” abordará “tanto do lado da polícia, que traz um foco na polícia mais técnica e que usa a ciência forense, análises de DNA e trabalha a investigação de uma maneira mais profunda, quanto do lado dos assaltantes que usam técnicas ultra sofisticadas de planejamento de assaltos, domínios de cidades, operações que levam anos e milhões de dólares de investimentos para serem feitas”.

Quem são os protagonistas de “DNA do Crime”?

A trama será estrelada por Rômulo Braga, Maeve Jinkings e Thomás Aquino. Já a produção executiva ficará a cargo da própria Netflix, revelando o comprometimento da empresa de streaming com a qualidade do produto que irá entregar aos espectadores. Ainda não foi revelada a data de lançamento da série, mas certamente “DNA do Crime” já está sendo coroada como mais uma grande produção brasileira na maior plataforma de streaming mundial.

“DNA do Crime” desvendará crimes reais?

Segundo o diretor da série, Heitor Dhalia, a série se baseia em “um assalto transnacional, que se passa no Paraguai, como nossa referência e inspiração para esse início de série. Então vamos ver uma disputa de duas forças antagônicas, altamente sofisticadas, em um tabuleiro sul-americano – que envolve toda a América Latina – com desdobramentos em exportação de produtos como a droga, que é financiada por esses assaltos”.