Noticias

Justiça decide que Elize Matsunaga permanecerá em liberdade condicional; entenda os detalhes

A Justiça de São Paulo negou o pedido feito pelo Ministério Público para revogar a liberdade condicional de Elize Matsunaga. O órgão ministerial fundamentou o pedido baseado na alegação de que Elize teria falsificado o seu atestado de antecedentes criminais.

Elize matsunaga
Justiça nega pedido de revogação de liberdade condicional de Elise Matsunaga

Polícia abre inquérito para investigar Elize Matsunaga

O pedido do Ministério Público foi baseado no fato da Polícia Civil de Sorocaba ter aberto um inquérito contra Elize para apurar se ela teria adulterado uma certidão negativa de antecedentes criminais para trabalhar em um condomínio de Sorocaba, também no interior de São Paulo. Em depoimento prestado às autoridades investigativas, Elize negou ter falsificado o documento. O caso segue sendo investigado

Atualmente, Matsunaga trabalha como motorista de aplicativo, e de acordo com a decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), não há razão para revogar a liberdade condicional de Elize, tendo em vista que a ex-detenta vem cumprindo todas as medidas impostas pela justiça e a investigação sobre a suposta falsificação ainda está em estágio inicial.

Elize foi presa em 2012 e condenada a 16 anos e 3 meses pela morte do marido, o herdeiro da empresa Yoki, Marcus Matsunaga, e foi beneficiada com a liberdade condicional em maio de 2022.

Fonte: CNN

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo