- Publicidade -

Em posse irregular de arma, homem dispara contra imagem religiosa

- Publicidade -

Em Guamiranga, no Paraná, um homem que tinha posse irregular de arma de fogo e munições em casa ficou revoltado porque seu filho caiu da escada dentro de casa. Inconformado, saiu da residência e passou a dar tiros pela rua em que mora, próxima a um hospital municipal. O homem registrou tudo e divulgou em suas redes sociais, destacando um tirou que deu em uma imagem religiosa.

- Publicidade -

O delegado responsável pelo caso, Luis Gustavo Timossi, destacou a proximidade do local dos disparos ao Hospital Municipal de Guamiranga como elemento que agrava a situação. No vídeo divulgado pela Polícia Civil, o homem diz:

[o menino] caiu daqui pra lá, Ó. De novo! Eu de raiva atirei no Santo. Santo, pra mim, não tem valor, não.

A polícia foi chamada ao local, e o homem foi preso em flagrante por posse ilegal de arma e disparo de arma de fogo (art.15 e 16 da Lei n. 10.826/2003 – Estatuto do Desarmamento). A pena máxima dos dois delitos somadas podem chegar a 10 anos de reclusão, mais multa.

Mais de três armas, entre pistolas e escopetas, e munições foram encontradas no local. Caso uma das armas encontradas na casa seja proibida, a pena máxima do crime de posse de arma pode chegar a 12 anos de reclusão mais multa (art. 16, §2°, Estatuto do Desarmamento).

- Publicidade -

- Publicidade -

Leia também

Caso envolvendo Nego do Borel repercute na Itália; cantor grava vídeo

Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais