Noticias

Famoso empresário investigado por golpe de MILIONÁRIO é assassinado no RJ

Na manhã de segunda-feira (11), Marlon Márcio Mendes Alvarenga, um empresário de 43 anos, foi vítima de um homicídio a tiros na rua dos Limadores, localizada em Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro. A filha da vítima relatou que seu pai havia estacionado o carro na calçada de um estabelecimento quando um indivíduo encapuzado se aproximou.

O agressor sacou uma arma e disparou contra o empresário, atingindo-o fatalmente na cabeça. O homem faleceu no local, conforme relatado pelo jornal O Globo. A polícia militar foi chamada e o local do crime foi isolado para a realização da perícia. Até o momento desta reportagem, a ocorrência ainda estava em andamento, conforme informado pela Polícia Militar.

empresário assassinado
Reprodução: UOL Notícias

Leia mais:

Acusados de matar cinegrafista em manifestação vão a julgamento após uma década

Líder do PCC que tinha vida de luxo no Paraguai é condenado a 11 anos de prisão

Investigação sobre homicídio do empresário

A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) foi acionada para investigar o caso e está em processo de apuração da morte do empresário. A Polícia Civil informou que seus agentes estão em diligência para descobrir os responsáveis e os motivos por trás desse crime.

Marlon estava sendo investigado como um dos líderes de um grupo suspeito de ter aplicado um golpe de R$ 7,8 milhões em uma distribuidora de ferro e aço no ano de 2022. As investigações indicam que o grupo simulava fornecer máquinas para a distribuidora e utilizava contas de e-mail falsas para realizar negociações fictícias de produtos que nunca eram entregues.

A polícia afirmou que os depósitos financeiros resultantes dessas negociações fraudulentas eram direcionados para as contas dos líderes do grupo. Suspeita-se que um funcionário da distribuidora estivesse envolvido com essa quadrilha.

O Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro denunciou 15 indivíduos por estelionato e associação criminosa devido ao seu envolvimento com essa organização criminosa.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo