Noticias

Fernando Cury se aproxima de condenação por assédio sexual contra Isa Penna

Ex-deputado Fernando Cury é condenado por importunação sexual contra ex-parlamentar Isa Penna

Em um texto protocolado na segunda-feira (9), o Ministério Público de São Paulo (MP-SP) pediu a condenação do ex-deputado estadual Fernando Cury pela ação de importunação sexual contra Isa Penna, ex-deputada estadual. O processo envolve um caso de assédio sofrido por Isa Penna (PC do B) em dezembro de 2020, enquanto ela representava o PSOL.

A promotora Anna Paula Souza Moraes sustenta que a “materialidade e autoria” do crime foram “devidamente comprovadas”. A evidência teria vindo das imagens da sessão, do laudo pericial da gravação, e dos testemunhos colhidos. A sentença será expedida pela juíza Teresa Magalhães, da 18ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), após as sustentações finais dos advogados das partes.

fernando cury
Imagem: Rede Brasil Atual

Leia mais:

Chefe mais procurado do Comando Vermelho ficou fora de banco nacional de foragidos

Chocou o Brasil! Adolescente morre após ser esfaqueado em escola de Poços de Caldas – Minas Gerais

Entenda o caso de assédio

Em dezembro de 2020, enquanto acontecia a votação para o orçamento estadual de 2021, Fernando Cury teria tocado o seio de Isa Penna durante uma sessão na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). As câmeras de segurança e os relatos de testemunhas confirmaram a denúncia feita. Em abril de 2021, a Alesp decidiu suspender o mandato de Fernando Cury por 180 dias.

Durante esse período, Emidio de Souza (PT), relator do caso no Conselho de Ética, propôs uma pena de seis meses. O parlamentar congratulou-se com a punição temporária, afirmando que, embora Cury merecesse ser cassado, a punição aprovada representa um progresso.

Fernando Cury foi expulso de seu partido

O partido Cidadania, pelo qual Cury se elegeu, expulsou o ex-parlamentar em novembro de 2021, citando o incidente de assédio como motivo. Alissou Luiz Micoski, do Conselho de Ética da legenda, comentou que o partido está cumprindo seu papel e endereçando uma situação em que a sociedade contemporânea exige novas posturas, especialmente de figuras públicas e autoridades.

Isa Penna e sua luta contra o assédio

Apesar do caso ter causado grande comoção, Isa Penna continuou a sofrer assédios. Em setembro de 2022, durante uma campanha eleitoral, a ex-deputada denunciou outro assédio. O homem, identificado como Flávio Altino Tomaz, teria se aproximado de Penna para uma foto antes de tocá-la e ofendê-la. Ele foi preso e acusado de importunação sexual e lesão corporal.

Além do assédio, Penna também foi atualmente alvo de três ameaças de morte. Uma delas foi de Emerson Rodrigues Setim, um homem com histórico de ataques a minorias. Por observar a situação como grave, a Procuradoria Regional Eleitoral de São Paulo (PRE-SP) iniciou uma investigação com urgência.

Diante do cenário de constantes assédios e ameaças, em março de 2023, a ex-deputada anunciou seu afastamento das redes sociais por tempo indeterminado, afirmando que “tudo tem um preço e seu desgaste foi um absurdo de violência e abusos”.

Fonte: Revista Fórum

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo