Noticias

Filha de homem assassinado cursa Direito para punir autor do crime (e consegue condenação)

filha de homem assassinado

Filha de homem assassinado cursa Direito para punir autor do crime (e consegue condenação)

Jaime Soares foi morto há 23 anos, quando Janicleia Soares tinha apenas 14 anos. Seu pai foi assassinado com um tiro à queima-rouba, abaixo do olho direito. Sua mãe, com 36 anos à época dos fatos, nunca mais se casou.

Com desejo de condenar o autor do delito, Janicleia decidiu cursar Direito.

Quando Janicleia analisou aos autos do processo em que o possível autor era acusado, reparou que o homem ainda não havia sido preso pelo fato de não ter sido qualificado de maneira completa, não sendo possível, inclusive, que o mandado de prisão fosse cadastrado no CNJ.

Filha de homem assassinado cursa Direito para punir autor do crime

Somente no ano de 2014 foi possível qualificar de maneira completa o acusado, que foi localizado e preso no ano de 2017, sendo transferido para Juazeiro em 2018.

Segundo o Portal Migalhas, logo depois o acusado foi pronunciado e levado à Júri com duas qualificadoras, recorrendo sua Defesa, uma vez que a denúncia falava em homicídio simples.

O Tribunal de Justiça entendeu por manter as qualificadoras, sendo o homem posteriormente condenado pelo Tribunal do Júri, recebendo uma pena de 16 anos.

Atualmente a Defesa do acusado aguarda o julgamento de um Habeas Corpus impetrado no STJ, já tendo sua liminar negada pela Ministra Maria Thereza de Assis Moura.


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

Autor

Redator do Canal Ciências Criminais
Continue lendo
LegislaçãoNoticias

Projeto de lei agrava pena de quem comete crime com emprego de máscara

Noticias

Lançamento: Curso Online Direito Penal Avançado, com Salah H. Khaled Jr.

JurisprudênciaNoticias

STJ: suspensão condicional do processo não é direito subjetivo do acusado

JurisprudênciaNoticias

STJ: o pagamento integral do débito tributário, a qualquer tempo, é causa extintiva de punibilidade

Receba novidades em seu e-mail