Noticias

60 anos: 3 perguntas ainda sem resposta da ‘Fuga de Alcatraz’

A fuga de Alcatraz: um mistério ainda não resolvido

A história conta que em 1962, três criminosos conseguiram desafiar o sistema de segurança de uma das prisões mais temidas dos Estados Unidos, Alcatraz. Clarence Anglin, Frank Morris e John Anglin realizaram uma fuga audaz, deixando para trás um mistério que ainda intriga muitos até hoje, 61 anos depois.

Situada em uma ilha isolada no Pacífico Norte, Alcatraz era conhecida por sua suposta segurança impenetrável, acreditava-se que nenhum detento seria capaz de atravessar as águas gélidas da Baía de São Francisco e sobreviver. Entretanto, a fuga dos três criminosos colocou em cheque essa suposta infalibilidade.

fuga de Alcatraz
Imagem: reprodução/ FBI

LEIA MAIS:

Brasileiros são submetidos a trabalho escravo na Turquia por grupo investigado pela PF

Babá brasileira é acusada de matar homem em mansão nos EUA

Como ocorreu a fuga de Alcatraz?

Com um planejamento meticuloso, os ingratos conseguiram enganar as autoridades da prisão, fazendo uso de objetos incomuns e inusitados. Cabelo, papel higiênico e sabão foram utilizados para produzir cabeças de bonecos, as quais foram deixadas em suas respectivas camas para fingir que estavam dormindo. Paralelamente, cavavam um túnel usando colheres durante meses a partir de suas celas.

Após a conclusão do túnel, o trio utilizou capas de chuva para construir um bote inflável, com o qual se aventuraram nas águas geladas entre as 20h e as 2h, de acordo com documentos do FBI. Apesar dos intensos esforços das autoridades, os fugitivos nunca foram encontrados.

O que aconteceu após a fuga?

Em 1963, um ano após a fuga, Alcatraz deixou de ser uma prisão de segurança máxima. No entanto, o mistério em torno dos fugitivos continua a fascinar muitos até hoje. Especulações quanto a seu paradeiro e sobrevivência têm surgido ao longo dos anos.

Em 2013, a polícia de São Francisco recebeu uma carta supostamente escrita por um deles, John Anglin. O remetente afirmava que os três conseguiram sobreviver à fuga e que ele, agora na terceira idade, estava morando no sul da Califórnia. Até hoje, os três fugitivos ainda constam na lista dos mais procurados, aumentando ainda mais o interesse público pelo caso.

fuga de Alcatraz
Imagem: reprodução/ Reuters/S. Lam

E o mistério persiste

Mesmo após 61 anos, a fuga de Alcatraz continua a ser uma história envolta em mistério e especulação. O desfecho da fuga dos três criminosos permanece desconhecido. Essa falta de respostas definitivas mantém viva a fascinação pelo caso, atraindo a atenção de milhares de turistas para a ilha anualmente.

A cela de um dos Anglin, hoje transformada em museu, é uma das áreas mais visitadas, atraindo curiosos de todo o mundo que desejam entender um pouco mais sobre esse enigma histórico.

Redação

O Canal Ciências Criminais é um portal jurídico de notícias e artigos voltados à esfera criminal, destinado a promover a atualização do saber aos estudantes de direito, juristas e atores judiciários.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo