Noticias

Funcionários do Carrefour estão usando câmeras corporais iguais às da PM; entenda os motivos

Em mais de 800 lojas do Carrefour, funcionários estão utilizando câmeras corporais em seus uniformes de trabalho. Após investir cerca de R$ 16 milhões na compra de 6 mil bodycams, como são conhecidas, a maior varejista do Brasil afirma que o uso desses aparelhos por vários funcionários, espalhados em mil pontos de venda pelo país, reduziu em 30% a ocorrência de incidentes em lojas. Isso inclui casos de racismo, episódios de violência e problemas de segurança.

O equipamento utilizado pelos funcionários do Carrefour é similar ao mecanismo acoplado em uniformes de policiais militares. O uso desses aparelhos nas fardas dos agentes está no centro do debate sobre segurança pública em estados brasileiros, como é o caso de São Paulo.

Funcionários do Carrefour estão usando câmeras corporais iguais às da PM; entenda os motivos
Foto: Divulgação/Carrefour

Leia mais:

Bolsonaro é intimado pela PF para depor em inquérito sobre importunação de baleia jubarte

Após sofrer busca e apreensão, Carlos Bolsonaro presta depoimento na sede da Polícia Federal

De acordo com a empresa, a redução de 30% dos incidentes foi verificada numa análise feita nas 150 primeiras lojas que adotaram a tecnologia. O prazo de observação dos resultados foi de quatro meses. Embora o Carrefour seja pioneiro no Brasil no uso das câmeras, elas também são empregadas no Reino Unido pela Rede Tesco.

Quando o Carrefour começou a utilizar as bodycams?

A utilização dos equipamentos nas lojas ganhou força no ano passado. Em maio de 2023, um vídeo divulgado nas redes sociais mostrou um homem e uma mulher negros sendo agredidos num supermercado do Carrefour, em Salvador (BA). Em 2020, um homem negro foi espancado até a morte em outra unidade da rede, em Porto Alegre (RS).

O programa foi iniciado nessas duas capitais e, em seguida, ampliado. Hoje, segundo a rede, 4 mil fiscais e 2 mil seguranças terceirizados passaram a usar os equipamentos. Os contratos com as empresas de segurança foram atualizados para que todos sejam obrigados a portar as bodycams. Os equipamentos são fornecidos pela rede de supermercados para garantir o controle das imagens.

Fonte: Metrópoles

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo