NoticiasDireito Penal

Homem desaparece e corpo é encontrado dentro de freezer na casa onde vivia com a esposa

O Delegado Gilmar Bonamigo, responsável pelo expediente na Delegacia de Capinzal e pela investigação da morte do motorista Valdemir Hoeckler, deu detalhes do crime que chocou a região.

O corpo de Valdemir foi encontrado na noite deste sábado, dia 19 de novembro, escondido dentro de um freezer na casa onde vivia com a esposa. Ela passa a ser tratada como a principal suspeita pela morte do marido.

Corpo de motorista é encontrado dentro do freezer e esposa é a principal suspeita

De acordo com o Delegado, o casal mantinha uma relação estável há 22 anos, inclusive tem uma filha com essa idade. Inicialmente moravam em Concórdia e há 12 anos fixou residência na localidade de São Brás, interior de Lacerdópolis. Ele trabalhava como motorista e ela como professora.

Na segunda-feira, dia 14, a esposa viajou para Abdon Batista para participar de um encontro com professores, em uma pousada, e o marido teria ficado em casa aguardando o horário de ir ao trabalho.

A esposa foi comunicada do desaparecimento do companheiro por um colega de trabalho no mesmo dia. No dia seguinte, ela retornou para casa e registrou o boletim de ocorrência junto a Polícia Militar de Lacerdópolis.

2b066f01bbfb1b4d7bd40e32744f230f
Imagem: Portal In Foco RS

Desde então, moradores da comunidade, voluntários, familiares, policiais civis e militares e bombeiros realizavam buscas na tentativa de encontrar o homem.

Segundo o delegado, o corpo da vítima estava o tempo todo dentro do freezer coberto por outras sacolas. O cadáver estava inteiro, sem sinais de esquartejamento com uma sacola na cabeça, sugerindo que Valdemir foi morto por asfixia. 

A esposa prestou um longo depoimento para o Delegado Gilmar Bonamigo e os investigadores na sexta-feira, dia 18, respondeu todas as perguntas sugeridas e autorizou a perícia na casa do casal.

No sábado, dia 19, horas antes da perícia, a esposa trancou a casa e se evadiu do local, alegando problemas de saúde. Diante da situação, os policiais entraram no imóvel e encontraram o corpo no freezer.

O corpo permanece no IML e só depois de descongelar é que passará pela necropsia, o que deve ocorrer na manhã desta segunda-feira.

Fonte: G1

Daniele Kopp

Daniele Kopp é formada em Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC) e Pós-graduada em Direito e Processo Penal pela mesma Universidade. Seu interesse e gosto pelo Direito Criminal vem desde o ingresso no curso de Direito. Por essa razão se especializou na área, através da Pós-Graduação e pesquisas na área das condenações pela Corte Interamericana de Direitos Humanos ao Sistema Carcerário Brasileiro, frente aos Direitos Humanos dos condenados. Atua como servidora na Defensoria Pública do RS.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo