• 30 de setembro de 2020

O homicídio do marido da deputada Flordelis: mais um crime bárbaro

 O homicídio do marido da deputada Flordelis: mais um crime bárbaro

O homicídio do marido da deputada Flordelis: mais um crime bárbaro

Mais um caso de violência bárbara ocorre no Brasil. Mais uma vez um homicídio. Mais uma vítima que perde sua vida em circunstâncias estúpidas, covardes e cruéis. Desta vez, trata-se do assassinato do marido da deputada Flordelis (PSD). O crime ocorreu na madrugada do dia 16 de junho de 2019 (domingo), em Pendotiba, Niterói (RJ).

Conforme informações, Anderson Carmo foi executado por volta das 4h, com diversos tiros, pouco tempo após chegar em casa. De acordo com um dos responsáveis pela investigação, cada minuto que passa se afasta a possibilidade de um latrocínio e se trabalha com a hipótese de execução.

Alguns fatos justificam tal pensamento:

  • a esposa da vítima diz ter sido perseguida por duas motos no dia do ocorrido, quando retornava de uma confraternização na companhia do marido;
  • os autores do crime estavam usando toucas ninjas para cobrir o rosto;
  • não houve, em nenhum momento, pedido por parte dos autores do fato por algum objeto de valor da vítima, o que poderia inicialmente indicar um latrocínio;
  • o cachorro do casal foi dopado antes da ocorrência do referido crime;
  • a vítima veio a óbito após ser atingida por mais de 30 disparos feitos a menos de 2 metros.

Enfim, características que apontam fortemente para ocorrência de uma execução.

Infelizmente sabemos que esse caso bárbaro não foi o primeiro e com certeza não será o último. Independente da motivação para esse crime, não podemos aceitar mais que vidas sejam ceifadas a todo momento como se fosse algo normal. Não podemos aceitar tais fatos como sendo algo comum e corriqueiro. A vida é nosso bem mais valioso. E ela deve ser preservada a todo custo.


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

Thiago Cabral

Pós-Graduando em Direito Penal e Processual Penal. Pós-Graduando em Ciências Penais. Advogado criminalista.