Noticias

Influenciador preso por estupro e extorsão cometia os abusos na frente dos familiares das vítimas

Thiago Ferrari: Influenciador digital é preso por suspeita de estupro

O influenciador digital Thiago Ferrari foi preso no último sábado (24/2), em Fortaleza, sob suspeita de estupro de ao menos sete mulheres. De acordo com a Polícia Civil, o influenciador cometia os crimes nas casas das próprias vítimas e ainda extorquia dinheiro delas. Os detalhes do caso vieram à tona e causaram uma onda de indignação entre seus seguidores e a população em geral.

Leia mais:

Daniel Alves: Descubra as dívidas gigantes, salários estratosféricos e os estragos após sua prisão

Intérprete do mascote do Inter presta depoimento à polícia em meio a acusações de importunação sexual durante o Gre-Nal

Dos atos criminosos até a prisão

Segundo o portal de notícias G1, Ferrari foi capturado em sua residência localizada no centro de Fortaleza. Durante a ação, a polícia apreendeu itens como roupas usadas habitualmente nos crimes, celulares, uma pistola falsa e veículos de propriedade do influencer.

As investigações apontam que Thiago Ferrari observava suas vítimas e as obrigava a entrarem em suas próprias casas, onde consumava os estupros. Foi apurado que isso ocorria usualmente na presença de familiares das vítimas. Durante os crimes, Thiago usava uma balaclava, pistola falsa e alegava pertencer a um grupo criminoso para intimidar suas vítimas, cujas idades variam entre 15 e 40 anos. Dentre as vítimas, estão mãe e filha.

O modus operandi de Thiago Ferrari

“Ele abordava as vítimas de forma aleatória, no portão da casa delas e ameaçava, alegando que estava armado e era membro de uma facção criminosa. Depois da violência sexual, ele chegava a tirar foto das vítimas e roubava o celular da mulher”, disse o delegado Valdir Cavalcante de Paula Passos, titular da delegacia do 5º Distrito Policial.

Além disso, o influencer é suspeito de obrigar as mulheres a realizarem transferências de dinheiro para sua conta via Pix, sob a ameaça de vazar imagens íntimas captadas durante os atos criminosos. A Polícia Civil também apurou que o acusado utilizava diversos transportes, como carro, motocicleta e bicicleta para cometer os crimes. Após a ação, ele se desfazia dos veículos para despistar a polícia.

A repercussão do caso e as consequências para o influenciador

A prisão de Thiago Ferrari repercutiu fortemente nas redes sociais e na imprensa. O influencer, que até então era conhecido por sua presença online, enfrenta agora graves acusações. Conforme o caso avança, espera-se que as vítimas recebam o devido suporte e que a justiça prevaleça. O caso levanta um importante debate sobre segurança, o uso de plataformas digitais e a influência desses ‘influenciadores’ na sociedade.

A expectativa é que este caso sirva como um exemplo para reforçar as medidas de segurança online, uma vez que os influenciadores digitais têm um amplo alcance e, por vezes, um forte impacto na vida de seus seguidores.

Redação

O Canal Ciências Criminais é um portal jurídico de notícias e artigos voltados à esfera criminal, destinado a promover a atualização do saber aos estudantes de direito, juristas e atores judiciários.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo