Noticias

Inscrições abertas: Comissão Especial de Estudos de Direito Penal Econômico

direito penal econômico

Estão abertas as inscrições para compor a Comissão Especial de Estudos de Direito Penal Econômico!

Coordenada pelo advogado e professor Felipe Faoro Bertoni, a Comissão tem por objetivo promover o estudo sobre matérias e questões envolvendo o segmento denominado ‘Direito Penal Econômico’, analisando os tipos penais e teses jurisprudenciais relacionadas à matéria, visando ao aperfeiçoamento profissional dos integrantes.

Os membros da Comissão terão a oportunidade de produzir artigos acadêmicos na área, que posteriormente integrarão uma publicação inédita sob o selo da Editora Canal Ciências Criminais.

METODOLOGIA 

A metodologia empregada na  Comissão Especial de Estudos de Direito Penal Econômico será composta de revisão bibliográfica nos temas pertinentes, análise jurisprudencial, bem como de debates sobre matérias selecionadas, a ser reveladas na ocasião do primeiro encontro do grupo.

ESTUDOS 

Todas as discussões serão realizados por meio virtual, incluindo a formação de um ou mais grupos de WhatsApp, de modo a ampliar a facilitar o contato e o diálogo entre os participantes e o coordenador.


Tem interesse em integrar a Comissão?

Envie seu nome completo, formação acadêmica (com menção de eventual experiência na pesquisa) e telefone (com WhatsApp) para o e-mail cedpe@canalcienciascriminais.com.br. Considerando que as vagas são limitadas, o coordenador selecionará, dentre os e-mails recebidos, os membros para integrar a Comissão.

Autor

O Canal Ciências Criminais é um portal jurídico de notícias e artigos voltados à esfera criminal, destinado a promover a atualização do saber aos estudantes de direito, juristas e atores judiciários.
Continue lendo
Noticias

Ladrões são presos em flagrante após furar o fundo de cofre de agência bancária

JurisprudênciaNoticias

STJ: há tentativa de latrocínio quando a morte da vítima não se consuma por razões alheias à vontade do agente

JurisprudênciaNoticias

STJ: consuma-se o furto com a posse de fato da res furtiva, ainda que por breve espaço de tempo

Noticias

Após decisão do STF, Lula deixa a prisão em Curitiba

Receba novidades em seu e-mail