Noticias

Irmãs do crime: Polícia busca trio suspeito de furtar milhares de reais em óculos de grifes

A Polícia do Mato Grosso do Sul busca por três irmãs suspeitas de terem furtado R$ 211 mil em óculos de grifes e aparelhos de telefone celular em duas lojas dos shopping centers localizados na cidade de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. O trio de irmãs foi identificado como sendo Juma Yara de Souza Silva, Maria Aparecida de Souza Silva e Maria Eduarda de Souza Silva.

A Justiça do Mato Grosso do Sul decretou prisão preventiva contra as suspeitas, porém, até o momento elas não foram encontradas e são consideradas foragidas.

Leia mais:

Homem acusado de abuso infantil em massa choca a Austrália: 91 meninas vítimas

Polícia conclui investigações e Daniel Alves será julgado pelo crime de agressão sexual na Espanha

Entenda o crime cometido pelas irmãs

De acordo com as investigações, os furtos aconteceram nos dias 16 e 17 de junho. O trio havia chegado de São Paulo na véspera do primeiro furto. Elas ficaram hospedadas em um apartamento alugado via Airbnb, e retornaram de ônibus para a capital paulista logo após as práticas criminosas.

No primeiro crime elas teriam furtado 117 óculos de diversas marcas renomadas no Shopping Campo Grande. O prejuízo foi calculado em R$ 176 mil. No dia seguinte, elas foram até o Shopping Norte Sul Plaza e subtraíram 21 aparelhos celulares que valiam, juntos, R$ 35 mil.

Modus operandi das criminosas

As investigações apuraram que as irmãs primeiro visitam os centros comerciais para identificar as lojas que vendem produtos caros e que possuem portas de fechamento por controle remoto. Depois elas retornam aos shoppings em horários próximos aos de fechamento das lojas. Para passarem despercebidas, as suspeitas usavam roupas iguais e parecidas com uniformes de vendedoras de lojas de alto padrão.

Elas então aguardam o momento em que o vendedor ou responsável acione o controle remoto de fechamento das portas, e enquanto isso, uma das irmãs, por meio de um dispositivo eletrônico, decodifica o sinal da porta ‘roubando’ o código”.

Com esse código, as irmãs conseguem voltar ao estabelecimento e furtar os pertences mais valiosos. A polícia apurou ainda que as suspeitas já cometeram o mesmo crime, com o mesmo modus operandi em shoppings de Marília (SP), em 11 de janeiro deste ano; Curitiba (PR), em 1° de fevereiro; Porto Alegre (RS), em 12 de abril; e Olímpia (SP), em 9 de junho.

A última atuação das irmãs, segundo os investigadores, foi neste último sábado, 28 de julho. As três suspeitas foram flagradas pelas câmeras de segurança do Shopping Palladium, em Umuarama, no Paraná. Na ocasião, elas furtaram uma loja de eletrônicos.

irmãs
Irmãs suspeitas de furtarem lojas de shopping centers

Fonte: O Globo

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo