Noticias

Jair Bolsonaro se compromete a devolver joias ao TCU

A defesa do ex-presidente Jair Messias Bolsonaro defendeu que as joias sejam devolvidas a uma agência da Caixa Econômica Federal, eles pleitearam ainda que o TCU informe o local correto para a devolução do acervo. “É preciso evitar que haja confusão ou equívocos que possam comprometer a resolução do caso” relatou a defesa do ex-chefe do poder executivo.

O ministro relator do caso, Augusto Nardes, informou que enviará a proposta da defesa de Bolsonaro ao plenário do Tribunal de Contas para que seja definido qual o local em que as joias deverão ser entregues.

Por meio de um comunicado, o TCU se manifestou sobre o caso:

“Na data de hoje (20/3), foi juntada aos autos petição dos representantes legais do ex-Presidente da República na qual, considerando a flexibilidade sugerida no Parecer do Subprocurador-Geral, requereu deste Relator manifestação, o quanto antes, ‘a respeito do órgão devido para a custódia dos bens’, bem como ‘qual o termo final do prazo para a entrega em questão’. Diante desse cenário, o ministro Augusto Nardes levará ao Plenário na próxima sessão decisão para apreciar a sugestão do MPTCU, devendo indicar os órgãos que atuarão no recebimento dos bens.”

bolsonaro
TCU determinará qual órgão deve receber as joias

Defesa de Bolsonaro tem acesso aos autos

A defesa do ex-presidente da República requereu, no último dia 13, o acesso aos autos investigativos que apuram o caso das joias que foram presentes de um príncipe da Arábia Saudita.

No entanto, a Polícia Federal negou o acesso sob a justificativa de que Bolsonaro ainda não era formalmente investigado. Na última quinta-feira (16), a defesa do ex-presidente fez um novo pedido e a PF argumentando que ele já era tratado como investigado nos veículos de imprensa. A Polícia Federal, por sua vez, voltou atrás em sua decisão e concedeu o acesso aos autos aos advogados do ex-presidente.

Fonte: Correio Braziliense

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo