Noticias

Veja o que Jeffrey Dahmer disse sobre seus terríveis crimes

A série Dahmer: Um Canibal Americano, que ganhou notoriedade na Netflix, chocou muitos espectadores ao retratar os crimes cometidos pelo maníaco Jeffrey Dahmer. Embora a série tenha despertado o interesse do público sobre o tema, o que poucos sabem é que Dahmer já deu diversas declarações sobre seus terríveis assassinatos.

A sinopse oficial da série questiona como Dahmer conseguiu passar despercebido pela polícia durante mais de uma década, matando 17 jovens rapazes. A trama conta com Evan Peters, conhecido por seu papel em American Horror Story, no papel principal, além de Niecy Nash, Molly Ringwald, Richard Jenkins e Dyllón Burnside no elenco.

Abaixo, revelamos as declarações feitas por Jeffrey Dahmer sobre seus crimes. A partir dessas informações, o público pode tirar suas próprias conclusões sobre as atrocidades cometidas pelo famoso assassino.

A série “Dahmer: Um Canibal Americano” é uma das mais populares da Netflix, mesmo tendo gerado várias polêmicas, especialmente com as famílias das vítimas do serial killer. A produção, dirigida por Ryan Murphy, alcançou o topo do Top 10 da plataforma, superando sucessos como “Cobra Kai” e “Diário de um Gigolô”.

A série conta a história de Jeffrey Dahmer, que foi preso em 22 de julho de 1991, após a fuga de Tracy Edwards. No julgamento, Dahmer se declarou culpado pela morte de 15 pessoas, tentando alegar insanidade, mas sem sucesso. Foi condenado a 15 penas perpétuas consecutivas.

Terríveis crimes por “compulsão”

Na prisão, Jeffrey Dahmer foi entrevistado pela emissora americana MSNBC. Em sua última entrevista, o serial killer afirmou que seus assassinatos foram uma “compulsão”. Segundo ele, a obsessão começou na infância, quando se fascinou pelo que havia dentro dos corpos de animais. Aos 14 anos, essa obsessão passou a envolver humanos.

Jeffrey Dahmer cometeu seu primeiro assassinato aos 18 anos, quando ainda morava na casa dos pais. A vítima foi o caroneiro Steven Hicks. Para Dahmer, seu objetivo não era simplesmente matar as vítimas, mas sim impedí-las de abandoná-lo. “Matar não era o objetivo. Eu só queria ter a pessoa sob meu controle completo, para fazer o que eu quisesse”, afirmou.

Dahmer morreu na cadeia em 28 de novembro de 1994, espancado até a morte por Christopher Scarver, outro detento da Penitenciária de Columbia.

“Dahmer: Um Canibal Americano” está disponível na Netflix para quem quiser conhecer mais sobre a história do serial killer.

Fonte: https://observatoriodocinema.uol.com.br/series-e-tv/o-que-dahmer-falou-sobre-seus-terriveis-crimes

Redação

O Canal Ciências Criminais é um portal jurídico de notícias e artigos voltados à esfera criminal, destinado a promover a atualização do saber aos estudantes de direito, juristas e atores judiciários.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo