- Publicidade -

Jovem é solto após passar 9 anos preso por um crime que não cometeu

- Publicidade -

Por Redação

- Publicidade -

Um homem que passou 9 anos preso injustamente foi solto nesta sexta-feira (04/09/2015), na cidade de New Haven, Connecticut (EUA), após requerimento dos promotores que atuaram no processo. Bobby Johnson, de 25 anos de idade, foi recebido e abraçado pela família e pelos amigos após deixar a Corte Superior de New Haven (EUA). “Eu ainda estou tentando entender tudo agora”, disse Johnson emocionado. “É lindo. É lindo.”

Sua liberação foi resultado de anos de árduo trabalho do advogado Kenneth Rosenthal e do Innocence Project de Connecticut. Rosenthal disse que o próximo passo será ajuizar uma ação indenizatória em face do erro judiciário cometido pelo Estado, o que potencialmente poderá resultar em milhões de dólares como compensação.

- Publicidade -

Johnson tinha 16 anos quando foi preso, em 2006, como suposto autor do homicídio de Herbert Fields, de 70 anos de idade. A acusação teve por único fundamento a confissão do acusado. Segundo o advogado, no entanto, a polícia de New Haven coagiu Johnson a confessar o crime, mesmo sem tê-lo praticado, alegando que ele estaria enfrentando a pena de morte e nunca mais veria sua família novamente a menos que assumisse o delito. Com a promessa de que receberia liberdade condicional, o jovem declarou-se culpado do crime e foi condenado a 38 anos de prisão.

Rosenthal afirmou que a polícia jamais teve quaisquer evidências ligando Johnson ao homicídio e ocultou provas que apontavam para outros suspeitos. Johnson apelou da condenação, mas não obteve êxito. Por insistência do advogado, o escritório do procurador-chefe do Estado concordou em investigar novamente o caso e conclui que, de fato, não havia embasamento na acusação.

- Publicidade -

Fonte: CBS News

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais