Julgamento de Trump por fraude fiscal começa hoje; entenda o caso

Donald Trump vai a julgamento por fraude fiscal em Nova York

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, compareceu a um tribunal de Nova York, na manhã desta segunda-feira (2). O caso envolve uma suposta fraude fiscal, que também coloca seus filhos mais velhos e executivos das Organizações Trump na mira da justiça. Esta notícia surge como a mais recente atualização na contínua saga judicial que tem sido o foco da atenção da mídia desde a sua saída da presidência.

Falando aos jornalistas no hall do tribunal, Trump classificou seu julgamento como “a maior caça às bruxas de todos os tempos”. O ex-presidente tem mantido ao longo de sua carreira que suas demonstrações financeiras são “fenomenais” e que “nenhum banco foi afetado ou ferido” por suas ações.

trump
Imagem: ABC News

Leia mais:

Susto: veículo de cantor Orochi é alvo de disparos a caminho de MG

Caso Thiago Menezes: Policiais envolvidos na morte do adolescente são soltos; entenda o motivo

Os Detalhes do Julgamento de Donald Trump

As alegações contra o ex-presidente americano incluem uma ampla variedade de atividades fraudulentas, que vão desde a falsificação de registros comerciais até a prática de fraudes de seguros. Esperava-se que o julgamento leve até três meses para ser concluído. No entanto, essa previsão pode ser encurtada, já que a primeira acusação de fraude foi resolvida.

O juiz Arthur Engoron decidirá sobre as acusações. Anteriormente, ele já havia pronunciado a responsabilidade de Trump e seus co-réus, alegando que tais práticas foram uma “fraude persistente e repetida” durante cerca de uma década. A decisão foi uma vitória significativa para a procuradora-geral de Nova York, Letitia James, que inicialmente apresentou o processo de US$ 250 milhões (R$ 1,265 bilhão) contra Trump, suspeitando que o ex-presidente e seus co-réus inflaram os ativos em demonstrações financeiras para obter melhores condições em empréstimos e seguros imobiliários.

Quais são as possíveis consequências?

Caso seja considerado culpado, o ex-presidente e suas empresas poderão ser forçados a pagar pesadas indenizações por lucros obtidos através de práticas comerciais fraudulentas. Além disso, Trump e seus co-réus podem ser proibidos de atuar como diretores de empresas em Nova York, bloqueando suas atividades comerciais por cinco anos.

O papel das testemunhas

Os filhos adultos de Trump e seus consultores empresariais mais próximos estão listados como possíveis testemunhas, tanto para a acusação quanto para a defesa. O ex-presidente já depôs sobre o caso, alegando que a equipe financeira das Organizações Trump é a responsável por preparar as demonstrações financeiras.

Os Desdobramentos

Além dessas acusações, o ex-presidente enfrenta quatro acusações criminais e outros litígios civis, enquanto se prepara para uma possível campanha para um segundo mandato nas eleições de 2024. O que significa que o holofote da justiça estará ainda mais focado em Trump e suas atividades comerciais nos próximos meses.

Fonte: CNN