Noticias

Lula faz ‘apelo’ para que Hamas e Israel libertem mães e crianças israelenses e palestinas

Conflito no Oriente Médio: Lula pede intervenção internacional

Em recente comunicado, o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, manifestou preocupação com a intensificação dos conflitos entre Israel e o grupo terrorista Hamas. No relatório divulgado, Lula aponta questões alarmantes e traça um caminho para superar os desafios existentes.

Expressando uma profunda preocupação com a situação das crianças nas regiões de conflito, o presidente destacou que elas “jamais poderiam ser feitas de reféns” e enfatizou a necessidade de libertá-las. Além disso, o presidente brasileiro ressaltou que é “urgente uma intervenção humanitária internacional” e a cessação dos combates na região.

LULA
Israel após ser atingido por míssil. Imagem: CNN

Leia mais:

Chocou o Brasil! Adolescente morre após ser esfaqueado em escola de Poços de Caldas – Minas Gerais

Israel confirma que há brasileiros entre os reféns do Hamas

Como o Brasil pode intervir na crise?

Lula também afirmou que o Brasil, atual presidente rotativo do Conselho de Segurança da ONU, se esforçará para encerrar definitivamente o conflito. O presidente diz: “Quero fazer um apelo ao secretário-geral da ONU, António Guterres, e à comunidade internacional para que, juntos e com urgência, lancemos mão de todos os recursos para pôr fim à mais grave violação aos direitos humanos no conflito no Oriente Médio”.

Mais sobre o conflito entre Hamas e Israel

O conflito recente se acirrou com ações ofensivas do Hamas perto da fronteira da Faixa de Gaza. Desta região, mais de 5 mil foguetes foram lançados. O governo israelense, liderado pelo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, logo iniciou uma retaliação. Até o momento, mais de 2.255 pessoas morreram. A Faixa de Gaza, um estreito pedaço de terra na costa oeste de Israel, é o território palestino onde as ações estão mais intensas e onde residem cerca de 2 milhões de pessoas.

Lula fala sobre como acredita que a situação possa ser resolvida

Respondendo à pergunta, Lula convoca a comunidade internacional para uma negociação de paz. A alternativa apresentada é a criação de um Estado Palestino economicamente viável, convivendo pacificamente com Israel dentro de fronteiras seguras para ambos os lados. Este conflito de longa data, que remonta a 1947 com a proposta da ONU de criação de dois Estados, um judeu e um árabe, na Palestina, exige um esforço conjunto para uma solução pacífica.

Este chamado de Lula ao secretário-geral da ONU e à comunidade internacional reafirma o compromisso do Brasil com a promoção da paz e a defesa dos direitos humanos no mundo. Cabe agora aguardar as respostas às ações propostas e a possíveis desenvolvimentos positivos nesta questão complicada e delicada.

Fonte: G1

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo