Noticias

Lutador de MMA é morto após subir morro para tentar recuperar moto roubada

Na noite desta segunda-feira, 15 de janeiro, a polícia encontrou o corpo de Diego Braga Alves, professor e lutador de MMA. O atleta de 44 anos havia desaparecido durante a manhã, após ir até o Morro do Banco, localizado na zona oeste do Rio de Janeiro, para procurar sua moto furtada. Ele estava em outra comunidade carioca, chamada de Muzema, quando teve seu veículo levado.

O corpo do lutador de MMA foi encontrado por equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e da Polícia Militar do Rio de Janeiro (PMERJ). Ainda não foi detalhado como Diego foi morto. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios.

Lutador de MMA é morto após subir morro para tentar recuperar moto roubada
Foto: Reprodução/Metrópoles

Leia mais:

Policial surta, atira em colega dentro de viatura e tira a própria vida

Bandidos usam imagem de Ratinho para aplicar golpes: veja como eles agem

Lutador foi em busca da moto sozinho

De acordo com o filho de Diego Braga, o também lutador Gabriel Braga, seu pai foi até o local para procurar a moto sozinho. O atleta passou a manhã inteira desta segunda à procura do veículo, que ainda não foi encontrado.

O lutador Diego Braga Alves era dono da academia Tropa Thai. As aulas desta segunda-feira foram canceladas.

Carreira de Diego

Diego Braga começou a carreira profissional no MMA, em 2003, e enfrentou grandes nomes da modalidade, como Miltinho Vieira e Adriano Martins. Ele também lutou muay thai.

O atleta treinou com grandes nomes do esporte no país, como o ex-campeão de peso médio do UFC Anderson Silva, e os irmãos Rodrigo Minotauro e Rogério Minotouro. A última luta profissional dele ocorreu em 2019.

Fonte: Metrópoles

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo