- Publicidade -

Marcelo Bretas declara sua suspeição para julgar caso envolvendo Witzel

- Publicidade -

O juiz da 7ª Vara Federal da Justiça Federal do Rio de Janeiro, Marcelo Bretas, declarou sua suspeição no caso que apura supostos desvios de recursos no governo de Wilson Witzel, alegando ter relação pessoal com uma das partes.

- Publicidade -

Marcelo Bretas declara suspeição

De acordo com o magistrado:

[…], por razões de foro íntimo, considerando minha relação pessoal com uma das partes até o ano de 2019, declaro-me suspeito para atuar neste feito e no correlato (…) Assim faço para que não pairem dúvidas acerca da isenção da jurisdição prestada por esta Justiça Federal.

Após decisão proferida pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), parte do processo havia sido enviada para 7ª Vara, de titularidade de Bretas.

- Publicidade -

O caso conta com 9 partes no polo de investigado e, somente contra Wilson Witzel, afastado do governo do Rio de Janeiro, havia ficado afastado no STJ por sua prerrogativa de foro. No entanto, quanto aos demais, o processo ficou sob a responsabilidade da Justiça Federal do Rio.

A acusação imputa às partes os crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Já os advogados Patrick Berriel, que defende o empresário Cassiano Luiz, e Ricardo Braga, advogado do empresário Alessandro Duarte, apresentaram pedido de revogação da prisão preventiva em favor de seus assistidos. Disse Patrick:

A prisão preventiva, que já dura mais de 200 dias, sem ao menos o recebimento da denúncia, é uma monstruosidade, foge da razoabilidade e afronta a presunção de inocência.

- Publicidade -

O governador afastado, sua esposa e o empresário João Marcos Borges Mattos estão respondendo em liberdade, os outros seis encontram-se presos.

Com a suspeição de Bretas, o caso foi para a magistrada Caroline Vieira.

- Publicidade -

*Esta notícia não reflete, necessariamente, o posicionamento do Canal Ciências Criminais

Leia mais:

Entenda como identificar uma prisão ilegal e como agir diante disso


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

- Publicidade -

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais