Noticias

Marido é condenado a mais de 50 anos por estuprar e torturar esposa em grande Estado do Brasil

Um homem de 43 anos foi condenado a uma pena superior a 50 anos de prisão em Goianésia (GO) após ser preso em flagrante por descumprir uma medida protetiva de urgência contra sua esposa, de 36 anos, e a filha, de 19 anos. 

A decisão foi proferida pelo juiz Érico Mercier Ramos, titular da 2ª Vara Criminal da Comarca de Goianésia.

Leia Mais:

TSE bate o martelo e mantém ação contra Paulinho da Força por crimes eleitorais

PGR bate o martelo e denuncia primeiro réu acusado de financiar atos golpistas

Crimes e abusos do marido

Segundo informações da Polícia Civil, a vítima relatou que sofria abusos sexuais do marido desde 2009, sendo estuprada, gravada em atos íntimos e coagida a ter relações com terceiros contra sua vontade. Além disso, o agressor ameaçava de morte a filha da vítima.

A mulher informou que conviveu com o autor dos crimes por 21 anos, durante os quais teve três filhos com ele. Mesmo após registrar uma ocorrência em outubro de 2021, a vítima continuou sendo vítima de violência ao longo do relacionamento.

Pena e responsabilização

O juiz Érico Mercier Ramos condenou o agressor e marido da vítima a mais de 48 anos pelos crimes de estupro, lesão corporal e perseguição. Adicionalmente, o acusado recebeu uma pena de 3 anos por filmar atos sexuais sem autorização e por ameaças. Como parte da sentença, terá que indenizar a vítima em R$ 50 mil.

violência contra mulher / infovítimas/ crimes sexuais/ marido agride mulher
Imagem: Vecteezy

Ameaças recentes e prova substancial

Pouco antes de sua prisão em outubro de 2022, o agressor enviou mensagens à vítima, insinuando que a deixaria na cadeira de rodas. Um print divulgado pela Polícia Civil revela o uso de emojis para intimidar a esposa. No mesmo contexto, a mulher denunciou que o agressor a ameaçou com mensagens e áudios, mencionando o uso de uma machadinha para quebrar sua coluna e uma faca para deformar seu rosto.

Durante a prisão, a Polícia Civil encontrou uma faca e uma machadinha próximas à cama do casal, corroborando as ameaças relatadas pela vítima. Além dos crimes anteriores, a mulher também denunciou o agressor por crimes sexuais durante o processo de detenção.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo